Opinião

19/04/2022 Última atualização 06H35
Opinião

Angola e Espanha na rota certa

As potencialidades angolanas nos domínios da agricultura, indústria e comércio encontram-se expostas em Madrid, na Feira Internacional de Negócios e Comércio Exterior de Espanha, denominada IMEX, desde ontem até ao dia 22 deste mês.

19/04/2022 Última atualização 06H25
Opinião

Um olhar romântico

As ondas fazem das suas tornando o mar caprichoso que, repetidas vezes, “tira a língua fora” como se fizesse caretas aos homens que a ele se aproximam: nesta época do ano chove e necessário é regar cada gesto e cada projecto para que, no futuro mais próximo, haja prosperidade.

18/04/2022 Última atualização 07H55
Opinião

A maka das ravinas

Segundo informações recentes, “a circulação rodoviária no troço que liga os municípios da Damba, Bungo, Mucaba e Maquela do Zombo, no Uíge, pode ser interrompida, a qualquer momento, devido à progressão de ravinas”.

18/04/2022 Última atualização 07H50
Opinião

Os partidos políticos as propostas e os eleitores

Parece-nos ainda demasiado cedo para avaliar o que estas eleições de 2022 trarão de novo. Como em todas as eleições, não existem bolas de cristal para antecipar resultados mas podemos isso sim analisar alguns sinais que vamos recebendo da sociedade.

18/04/2022 Última atualização 07H50
Opinião

Bandeira número dois: combate à pobreza

Tudo passa pela necessidade clara de estabelecermos uma definição de política populacional, olhando de forma muito objectiva sobre o potencial deste factor na geração de riqueza e fomento do crescimento económico em níveis suportáveis e sustentáveis.

17/04/2022 Última atualização 12H15
Opinião

Os Cânticos de Salomão em três línguas angolanas

A tradução bíblica é aqui apreciada através de três versões do Cântico dos Cânticos ou Cantares de Salomão, designadamente, em Kimbundu, Luc(h)azi e Umbundu. Assim, temos: a) “Mukumbi ua Mikumbi” em Kimbundu; b) “Muaso ua Solomone” em Luc(h)azi; e c) “Ocisungo ca Salomone”, em Umbundu.

17/04/2022 Última atualização 08H45
Opinião

Discurso do Ondjiva e os indigestos de costume

Na terça-feira, 5 de Abril, João Lourenço presidiu, na cidade de Ondjiva, província do Cunene, o acto de massas que marcou a abertura da pré-campanha eleitoral do MPLA. Na ocasião, o Presidente do MPLA proferiu um discurso no qual descreveu a situação sócio-política em queo seu partido governou, tendo apontado as principais vicissitudes e destacando as concretizações em benefício das populações.

17/04/2022 Última atualização 08H50
Opinião

Mitos

As normas sociais que sustentam as redes de cooperação entre humanos baseiam-se na crença em mitos partilhados.

17/04/2022 Última atualização 08H35
Opinião

Zungueira moderna

Polegar, indicador, médio, anelar e mindinho. São os nomes científicos dos dedos das mãos. A cronista, que enquanto estudante, muitas vezes não percebia a necessidade de estudar determinadas lições, agradeceu em silêncio, no seu íntimo, aos pais por a terem colocado na escola e à mão pesada da dona Josefa (Zé) pelo rigor com que educou e instruiu os filhos, sobretudo a segunda, primeira menina, que vos escreve.

17/04/2022 Última atualização 08H25
Opinião

Um “carapau” na consola

Era um dia de distribuição de peixe “fresco” que, na verdade, era congelado e raro em Kalulu. O ano, que quase se perde na memória, era 1988. Para quem fosse em visita, a vila estava cheia e agitada. Para nós era apenas “dia do peixe fresco” que faria diferença no almoço e na janta durante a semana. A kizaka, a kabwenya e outros condutos vezeiros estariam, por dias, em gozo de férias, dando lugar ao peixe “cozinhado”, grelhado e assado, até acabar, pois poucos tinham meios de conservação.

17/04/2022 Última atualização 08H25
Opinião

O sorriso da lucidez..

Há dias, fui a uma casa comercial de “Cópias e Impressão”, com uma aflição. Fazer fotocópias de urgência, para um expediente administrativo, algo que a pesada burocracia angolana, sempre a trabalhar a meio gás, se viciou a pedir aos utentes de serviços públicos. Mas nem é propriamente disso que queria falar!

16/04/2022 Última atualização 08H30
Opinião

O empreendedorismo e o fetiche da mercadoria

Karl Marx, no primeiro volume de O Capital, refere que há um aspecto difuso na sobrevalorização da mercadoria como factor independente da extensão do produto do trabalho. Esse limite é alcançado quando o valor de uso e o valor de troca da mercadoria confluem num mesmo centro imaterial.