Opinião

30/04/2022 Última atualização 08H00
Opinião

Estado mais funcional

O funcionamento da Administração Pública carece ainda de melhorias, reformas e, diríamos mesmo, de renovação da mentalidade na medida em que este último item, aparentemente o menos relevante para mudanças naquela que é a espinha dorsal do Estado, é, na verdade, o mais importante.

30/04/2022 Última atualização 07H55
Opinião

Mexeu morreu (I)

A maneira impressionante e bastante admirada como, desde a infância, driblou os desafios mais arrojados da vida, valera a Jacinto Filipe, o nome fictício, o apelido de “Imortal”, que evoluiu para “Nada é Impossível”, apenas conhecido pelos mais próximos que, na gíria lá do bairro, são os amigos de “dedo e unha”.

30/04/2022 Última atualização 07H55
Opinião

O regresso do unilateralismo

“Queremos que a Ucrânia continue a ser um país soberano, um país democrático capaz de proteger seu território soberano. Queremos ver a Rússia enfraquecida ao ponto de não poder mais levar a cabo acções como a invasão à Ucrânia”, foram palavras proferidas pelo Secretário de Defesa do Estados Unidos, Lloyd Austin III, corroboradas pelo Secretário de Estado, Anthony Blinken, ambos de visita recente a Kiev, que espelham, provavelmente, uma mudança significativa no que são as verdadeiras intenções da Administração Biden.

29/04/2022 Última atualização 09H30
Opinião

Do Cunene a Cabinda com mudanças reais

Depois da apresentação, à população do Cunene, da imponente obra que é o Canal de Cafu, como parte de um amplo projecto que visa combater o fenómeno da seca no Sul do país, e, sobretudo, como prova do trabalho realizado no seu primeiro mandato de cinco anos à frente do país, o Presidente João Lourenço foi a Cabinda com a mesma missão.

29/04/2022 Última atualização 09H30
Opinião

A histórica Missão do Dondi

Li há dias que a Missão do Dondi passou a ser considerada património nacional. Não sei exactamente o que envolve ser considerado património nacional e o que vai significar para o Dondi; o que deveria ter acontecido seria transformar o local numa universidade. Espero que isso venha a resultar num reconhecimento sério do papel que a Missão do Dondi teve na produção de quadros que viriam a fazer parte dos movimentos de libertação nacional.

29/04/2022 Última atualização 09H30
Opinião

A segurança no trabalho

A segurança no trabalho, fruto da modificação do tecido laboral, dos novos riscos e ameaças que incidem no trabalho, passaram a ser uma prioridade, sobretudo para salvaguardar a integridade física dos intervenientes.

28/04/2022 Última atualização 08H10
Opinião

Indulto e carnaval no Brasil

O indulto é conhecido desde tempos imemoriais. Os carnavais, depois carnaval, invenção urbana mais tarde apropriada pelas favelas e associações denominadas Escolas de Samba.

28/04/2022 Última atualização 07H15
Opinião

O devagar tem pressa

Oito crianças, entre tantas que pedincham pelo espaço público luandense, foram recolhidas, na semana passada pelo INAC, em Luanda, no Largo da Independência, e entregues às famílias, das quais se encontravam afastadas há cerca de duas semanas.

28/04/2022 Última atualização 06H00
Opinião

Ninguém segura o Petro?

Futebol, em jogo jogado, é, indubitavelmente, uma grande festa. Contagia. M mexe com as pessoas, sobretudo jogadores e treinadores, que são os principais artistas, dentro e fora do campo, onde falam e tecem previsões de "duelos" e tudo mais que lhes venha na alma. É o caso do respeitado e categorizado treinador Zeca Amaral, do Bravos do Maquis.

28/04/2022 Última atualização 06H10
Opinião

Ambição e audácia

Há dias, o Presidente da República, João Lourenço, cumpriu uma agenda oficial na província de Cabinda. As realizações prometidas acabaram por conhecer as suas inaugurações. Os desafios ainda são enormes, como o Chefe de Estado tem feito lembrar.

27/04/2022 Última atualização 08H50
Opinião

A nossa democracia

Diz-se que a democracia não se resume às eleições, mas obviamente que aquelas últimas estão, praticamente, para a democracia o que o sangue está para o corpo humano.

27/04/2022 Última atualização 07H55
Opinião

Liberdade(s) e identidade(s)

Há 48 anos, os capitães de Abril levaram a cabo uma revolução original em Portugal: sem derramamento de sangue, puseram termo ao regime fascista que se prolongava no país desde 1933 e, além de devolverem a liberdade ao povo português, negociaram com os movimentos de libertação das antigas colónias o fim da guerra colonial, abrindo, assim, o caminho para a independência dos novos países.