Opinião

19/11/2021 Última atualização 06H20
Opinião

Ministro da Cutura

Aqui na Zâmbia, num encontro na semana passada, fui apresentado como antigo ministro da Cultura de Angola. Havia, neste encontro, vários antigos colegas meus da Mwinilunga Secondary School, onde estudei; uma boa parte deles foram profissionais — oficiais do exército, professores, chefes de departamentos em empresas e agora quase todos empresários.

19/11/2021 Última atualização 06H20
Opinião

Angola na UNESCO

Angola aderiu à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), a agência especializada da ONU, com sede em Paris, no dia 11 de Março de 1977 e, 41 anos depois, as relações têm sido de parceria, cooperação, excelência e progresso.

19/11/2021 Última atualização 06H15
Opinião

Lula da Silva e as próximas eleições presidenciais no Brasil

Em digressão pela Europa, iniciada na semana passada, num périplo que está a ser visto como enquadrado - embora o próprio o negue - na campanha para as eleições presidenciais a terem lugar em Outubro do próximo ano no Brasil, o ex-Presidente Lula da Silva é notícia pelo que faz, pelo que diz, pelos contactos políticos que tem estado a manter, que sinalizam que será o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) na corrida.

18/11/2021 Última atualização 05H55
Opinião

O desafio de transformar a economia em formal

A economia angolana é maioritariamente informal. Estima-se que a informalidade represente 65 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).

18/11/2021 Última atualização 05H05
Opinião

É tempo de balanço

Quinta-feira, 13, muitos luandenses viviam o rescaldo da “Grande Festa”, que foi verem, pela primeira vez, o içar da Bandeira Nacional, contrariando anúncios imperialistas, monstro de várias cabeças, reflectidos na força militar que a queria impedir.

18/11/2021 Última atualização 05H00
Opinião

Apanhados pelo clima!

Afinal, a maka da liberdade é sempre a do cambriquite (cobertor). Se a gente quer cobrir a cabeça fica com os pés de fora…se quer cobrir os pés fica com a cabeça de fora e no meio disto tudo, sobram piolhos na cabeça do pobre e bitacaias nos pés. Aka!

17/11/2021 Última atualização 09H39
Opinião

Os moinhos do eurocentrismo

No passado dia 9 de Novembro estive na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, num colóquio de homenagem ao professor Pires Laranjeira, jubilado em 2020 na Universidade de Coimbra, justamente considerado o maior especialista português das literaturas africanas de língua portuguesa, após a morte de Manuel Ferreira.

17/11/2021 Última atualização 09H37
Opinião

Os cenários nos “países endémicos” a Golpe de Estado

O que ocorre no Sudão, Chade, Guiné Conacry e Mali, depois do Golpe de Estado que, obviamente, não será, em cada um deles, o último, ajuda a compreender que, de facto, não há coincidências em política, independentemente das semelhanças nos passos que os militares dão.

17/11/2021 Última atualização 09H34
Opinião

As inscrições na Educação

Foram abertas, há dias, as inscrições para o concurso público no sector da Educação, uma iniciativa do Executivo que visa assegurar o processo de ensino, aprendizagem e, sobretudo, alargar a cobertura escolar de Cabinda ao Cunene.

16/11/2021 Última atualização 09H05
Opinião

Por uma análise das estatísticas das artes e da cultura

Não direi nada novo dizendo que, uma das dificuldades com que se confrontam os investigadores que pretendam analisar a informação sobre os intervenientes da criação, produção, recepção, estudo, divulgação e gestão do sistema geral das artes e da cultura, em Angola, é o problema das estatísticas.

16/11/2021 Última atualização 09H05
Opinião

Globalização e alterações climáticas

A globalização é como o PIB per capita. Quando medida por inteiro, conduz-nos a uma leitura única e monolítica, mas quando cortada às postas, revela os ganhadores e os perdedores. E também alguns paradoxos, que todos havemos de pagar.

16/11/2021 Última atualização 09H05
Opinião

A Polícia Nacional

A conversa gravada entre o comandante e o subordinado, ligados a uma unidade da Polícia Nacional, num dos bairros de Luanda, que vazou para redes sociais, embora seja um caso pontual, inquieta a alguns e prova a outros o que eventualmente tem sido um procedimento recorrente.