Regiões

Zaire: Aumentam casos de violação sexual

A Organização da Mulher Angolana (OMA) manifestou-se preocupada com o aumento de casos de violação sexual de menores na província do Zaire, com desta-que para o caso da menina de 14 anos, alegadamente, engravidada pelo pai, em Mbanza Kongo.

22/09/2021  Última atualização 06H05
© Fotografia por: DR
A preocupação foi manifestada pela secretária provincial da OMA, Isabel Deviya, quando discursava na II reunião ordinária do Comité Provincial da organização feminina do MPLA, que serviu para fazer o balanço das actividades realizadas nos últimos seis meses.
 "Estamos preocupadas com o aumento do número de casos de violação sexual na província, sobretudo em Mbanza Kongo, com destaque para o caso do senhor que engravidou a filha de 14 anos", disse Isabel Deviya, que lamentou outro caso ocorrido na região, em que um suposto pastor de uma seita religiosa é acusado de ter abusado sexualmente uma menina de 14 anos, crente da sua confissão religiosa. 

"A sociedade tem de se unir para combater estes actos de violação sexual. As nossas mamãs devem ser mais vigilantes com as crianças e denunciar quem quer que seja, para evitar que actos do género continuem a ocorrer nas nossas comunidades”, exortou. 

A secretária provincial da OMA no Zaire apelou, por outro lado, às mulheres a serem exemplares, em relação ao cumprimento das medidas de prevenção contra a Covid-19, com vista à contenção da cadeia de propagação da pandemia. 

Fernando Neto e Garcia Mayatoko

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões