Economia

Wiliete Crédito financia mais de 30 jovens empreendedores

Carlos Paulino | Menongue

Jornalista

Perto de quarenta jovens empreendedores da província do Cuando Cubango beneficiaram, desde Fevereiro, de um micro-crédito da empresa Wiliete Crédito, no valor global de 16 milhões 24 mil kwanzas, para a implementação de projectos nas áreas de agricultura, comércio, agro-negócio e prestação de serviços.

15/06/2022  Última atualização 11H05
© Fotografia por: DR
O coordenador da agência do Wiliete Crédito em Menongue, Jackson Kindo, explicou que a instituição tem uma linha de micro-crédito que varia entre 100 mil a sete milhões de kwanzas, com um prazo de reembolso que vai dos seis aos 24 meses, no máximo, e com uma taxa de juro entre 3,5 e 7,5 por cento por mês, dependendo do valor que o credor receber.

Jackson Kindo sublinhou que as principais dificuldades se prendem com a existência de muitos processos a receber, muitos incompletos e que não permitem a concessão do micro-crédito, sobretudo por falta de uma conta bancária, de um avalista e de alguns documentos de certificação ou formalização da empresa.

Para a obtenção de micro-crédito, disse, a par dos documentos referenciados as pessoas interessadas devem apresentar duas cópias do Bilhete de Identidade, coloridas, o Certificado de Registo Criminal, uma fotografia tipo passe e um avalista com rendimento domiciliado, de preferência, no Banco de Poupança e Crédito (BPC).

Jackson Kindo disse que a sua instituição só financia, essencialmente, jovens empreendedores, que desenvolvem actividades há mais de um ano e cujo exercício comercial garante que, na verdade, o credor "vai cumprir com o prazo de reembolso”.

Sem avançar o valor, garantiu que a Agência do Wiliete Crédito, que está a funcionar, desde o dia 17 de Fevereiro deste ano, na cidade de Menongue, os jovens, tem uma linha de crédito disponível para apoiar os pequenos empresários e pessoas que pretendem investir na produção e serviços da cadeia do agro-negócio.

Por isso, apelou aos jovens que pretendem melhorar ou implementar um projecto no Cuando Cubango, a dirigirem-se à Agência do Wiliete Crédito de Menongue, para que possam ver o seu sonho realizado. Jackson Kindo anunciou que, no âmbito do Programa de Reconversão de Economia Informal (PREI), o Wiliete prevê atribuir, nos próximos dias, micro-crédito a centenas de operadores económicos informais, que exercem actividade nos mercados paralelos dos bairros Paz, Tchivonde, Castilho e Pandera.

Recordou que a Wiliete Crédito é uma instituição financeira não bancária, vocacionada para a concessão de micro-crédito a empreendedores e que trabalha em estreita colaboração com os bancos Sol, BCI, BAI, BIC, BFA, BCA e Atlântico.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia