Mundo

Voo de Londres a Sidney bate recorde em distância

Um avião da companhia aérea australiana Qantas completou o voo de teste de Londres a Sidney sem parar com um grupo de 50 passageiros e bateu dois recordes do mundo.

16/11/2019  Última atualização 13H37

Demorou 19 horas e 19 minutos, percorreu 17.800 quilómetros, levou 100 toneladas de combustível, tendo ficado ainda com 6,3 toneladas nos tanques.
O Boeing 787-9 Dreamliner, chamado 'Longreach', com o código QF7879, partiu pelas 6h00 de quinta-feira, do Aeroporto de Heathrow, em Londres, e aterrou pelas 12h28 (1h28 em Luanda) em Sidney.
Este voo sem escalas é o mais longo a nível comercial feito, tanto em distância quanto em duração. Atravessou três continentes, sobrevoou Alemanha, Polónia, Bielorrússia, Cazaquistão, China, Filipinas e Indonésia, antes de aterrar na Austrália.
Quem estava a bordo viu dois nasceres do sol. O primeiro à direita do aparelho que estava virado para nordeste após a descolagem e o segundo à esquerda quando sobrevoou a Indonésia. Este foi o segundo de três voos de pesquisa para perceber os efeitos na tripulação e passageiros em voos desta dimensão.
Os padrões de sono, movimentos, consumo de alimentos e uso de entretenimento dos passageiros vão ser monitorizados.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo