Regiões

Vítimas das chuvas beneficiam de apoio

Justino Victorino / Huambo

Jornalista

As vinte famílias das aldeias de Mbaca, no município do Mungo, na província do Huambo, que ficaram ao relento na sequência das fortes chuvas, acompanhadas de ventos, que se abateram, na semana finda, sobre a região, beneficiaram de apoios em chapas de zinco, portas, janelas, cimento, bens alimentares e outros meios, visando assegurar o realojamento.

24/11/2021  Última atualização 09H45
Várias casas foram destruídas deixando famílias ao relento
Manuel Caholo, administrador municipal do Mungo, assegurou que, dentro do programa do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, as autoridades locais estão a apoiar as famílias sinistradas, que, apontou, "enfrentam uma situação preocupante, mas tudo será feito para minimizar as dificuldades".

Acrescentou que no município do Mungo regista-se, nos últimos tempos, a ocorrência de mortes por descargas eléctricas e que a administração tem estado a alertar a população a não se abrigar próximo de cabos eléctricos enquanto estiver a chover, bem como evitar frequentar ou se aproximar de valas de drenagem e se abrigar debaixo de árvores.

O regedor da aldeia de Mbaca, João Liondjenje, lembrou que as ligações anárquicas de cabos de energia eléctrica e a fixação de residências em zonas consideradas de risco, como à beira de rios e terrenos inclinados, também têm estado a causar muitas mortes no município.

João Liondjenje aconselhou a população a plantar capim elefante e eucaliptos, em zonas de risco, para ajudar a evitar descargas eléctricas nas comunidades.  

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões