Regiões

Vítimas das cheias recebem apoio do governo provincial

O Governo do Cuanza-Norte está a apoiar com bens alimentares, roupas usadas, entre outros produtos de primeira necessidade, as mais de mil famílias de oito bairros da comuna de Massangano, município de Cambambe, que vivem em zonas ribeirinhas do rio Kwanza, afectadas pela inundação causada pela descarga da albufeira da barragem de Cambambe, há cerca de um mês.

16/03/2020  Última atualização 19H31
Edições Novembro © Fotografia por: Governador Adriano Mendes de Carvalho (à direita) fez a entrega simbólica dos bens ao administrador de Cambambe

O governador provincial, Adriano Mendes de Carvalho, fez a entrega simbólica dos bens ao administrador municipal de Cambambe, Adão Malungo, e a membros da Comissão Provincial de Protecção Civil e Bombeiro.

O administrador municipal de Cambambe, Adão Malungo,confirmou que muitas famílias que se encontravam nas zonas consideradas de maior risco, “estão realojadas em áreas mais seguras”, onde foram criadas as condições para as crianças voltarem a frequentar as escolas. “Periodicamente um grupo de enfermeiros e médicos têm ido ao encontro destas famílias prestar assistência médica”, assegurou.

Descarga da Albufeira

Adão Malungo fez saber que a Prodel e órgãos da administração local comunicaram que o processo de esvaziamento para libertar água da albufeira vai continuar até Abril, porque o rio Kwanza continua a receber muita água das chuvas.
Construída no médio Kwanza, a barragem de Cambambe está situada no município com o mesmo nome. Depois de entrar em actividade comercial em 1963 foi modernizada em 2009, para o aumento da sua potência energética de 180 para 960 megawatts, o que tornou o empreendimento no segundo maior centro produtor de electricidade do país, depois de Laúca, que produz mil e 670 megawatts.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões