Coronavírus

Violação da cerca sanitária faz aumentar o número de casos

A constante violação da cerca sanitária está a contribuir para o aumento de casos de Covid-19 na província do Zaire, afirmou, ontem, em Mbanza Kongo, o porta-voz da Comissão Provincial de Combate à Pandemia, João Miguel Paulo.

23/07/2021  Última atualização 05H00
© Fotografia por: DR
De acordo com a fonte, que falava à Emissora Provincial do Zaire da Rádio Nacional de Angola, a vulnerabilidade da fronteira com a República Democrática do Congo (RDC) tem, também, contribuído no aumento de casos, sobretudo, nos municípios de Mbanza Kongo e Soyo.
Para o também director do Gabinete Provincial da Saúde, a população da RDC residente ao longo da fronteira com Angola não faz o uso de máscaras, situação que obriga muitos nacionais que lá se deslocam por diversos motivos a não se protegerem contra a pandemia.

"Manifestamos também a nossa preocupação face à circulação de pessoas de Luanda para a província do Zaire e vice-versa. Já há muitas variantes em circulação na capital do país, que podem atingir a nossa região”, frisou.

O responsável informou, por outro lado, que a Comissão aguarda do Ministério da Saúde vacinas para dar cobertura aos cidadãos que ficaram sem receber a segunda dose da vacina da AstraZeneca.

Apelou à população para não ignorar as medidas de prevenção no sentido de se cortar a cadeia de transmissão da doença.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus