Cultura

Vida e obra de Manuel Rui “recitada” no 80º aniversário

Uma mesa-redonda sobre “Manuel Rui - Vida e Obra” realiza-se quinta-feira (04), às 9h00, na Faculdade de Humanidades da Universidade Agostinho Neto (UAN), inserida nas comemorações do 80º aniversário do escritor, que se assinalam no mesmo dia.

03/11/2021  Última atualização 09H46
Jornadas alusivas ao octogésimo aniversário natalício do autor de “Quem me dera ser onda” arrancam hoje em Luanda © Fotografia por: DR
No dia de aniversário do homenageado serão discutidos temas como "Por uma Dialéctica do Amor: a poesia de Manuel Rui”, "A estética em Manuel Rui”, "Manuel Rui na linha do tempo da recente história angolana”, "Breve leitura do Eco de Quem Me Dera Ser Onda”, "Manuel Rui e a Ficção. Uma abordagem estético-literária da obra "A Acácia e os Pássaros”, "Dimensão social e problemática cultural em Manuel Rui”.

O programa de homenagem ao escritor, reserva, igualmente, para quinta-feira ,  o lançamento dos ensaios de Luís Gaivão, do Centro de Estudos Sociais de Coimbra, intitulados "Manuel Rui: Obra, Escritor, Pensamento” e "O Sul Descolonial na Obra de Manuel Rui”.

Sexta-feira, a organização procede ao lançamento, na União dos Escritores (UEA),  de duas obras inéditas de ficção de Manuel Rui  "O Benguelense Boxeur (romance) e  "Tio Jorge e Outros Quês” (contos), a apresentação do documentário "O Içar da Bandeira – uma homenagem a Agostinho Neto”. Antes do encerramento, reserva-se um período de depoimentos de confrades das letras, estudiosos da sua obra, leitores e amigos presenciais/por vídeoconferência e sessão de autógrafos na UEA.

Essas jornadas, que têm início hoje, a organização prevê analisar temas como "Manuel Rui e os Lugares do Sul”, "Manuel Rui - o nascimento da Constituição e os símbolos da República”, "Comunicação de Manuel Rui (texto lido há 20 anos na Universidade de La Sapienza - Itália)”.

Segundo o programa, a Mayamba Editora, em parceria com a União dos Escritores Angolanos (UEA), Faculdade de Humanidades da UAN e Gabinete Provincial da Educação de Luanda, prevê, para hoje, o lançamento dos livros infanto-juvenis "A Boneca de Trapos” e  "A Alegria e a Girafa”.

Manuel Rui Alves Monteiro nasceu na cidade do Huambo a 4 de Novembro de 1941. Fez os estudos primários e secundários na província natal, seguindo para Portugal, onde cursou Direito na Universidade de Coimbra até 1969. Enquanto estudante, foi activista cultural da Casa dos Estudantes do Império, participou em acontecimentos literários e políticos, tendo sido preso por dois meses em Portugal. Exerceu advocacia em Coimbra e Viseu.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura