Política

Vice-Presidente visitou a “Casa dos Rapazes”

O Vice-Presidente da República constatou, ontem, na cidade do Huambo, o estado actual de funcionamento da “Casa dos Rapazes”, centro de acolhimento de crianças desamparadas, no quadro da visita de 72 horas àquela província.

23/07/2021  Última atualização 08H25
Bornito de Sousa cumpre visita no âmbito do acompanhamento das acções de governação local © Fotografia por: Francisco Lopes | Edições Novembro | Huambo
Bornito de Sousa, acompanhado pela governadora Lotti Nolika, foi informado, pelo padre Marcelino Pungulimue, de como a instituição de caridade, afecta à Igreja Católica, tem gerido o processo educativo e social das crianças que  alberga.

A falta de apetrechamento e a inoperância da oficina da sala de artes e ofícios foram as maiores dificuldades apresentadas pelo padre Marcelino Pungulimue ao Vice-Presidente. Sem aquelas lacunas, a instituição proporcionava melhores condições de formação, nas áreas de carpintaria, serralharia, alvenaria, informática, decoração e culinária.

A Casa dos Rapazes, que pretende implementar um projecto agro-pecuário, foi fundada a 15 de Agosto de 1955, pelo padre português António Ferreira da Silva, que pertencia à Congregação do Espírito Santo.
A delegação do Vice-Presidente da República visitou, a seguir, o aviário do programa "Osanji Vimbo” (galinha do mato ou aldeia), localizado na Estação Experimental da Chianga, adjacente à Faculdade de Ciências Agrárias, arredores da cidade do Huambo.

Bornito de Sousa, que chegou na manhã de ontem, à província do Huambo, desloca-se, hoje, ao município do Mungo, 140 quilómetros do centro da cidade do Huambo, para constar a implementação de vários projectos sócio-económico e reuniu-se com as autoridades locais.

Amanhã, último dia da visita de acompanhamento às acções de governação local, o Vice-Presidente visita o município da Chicala-Cholohanga, 42 quilómetros a leste das sede da província, onde verifica o funcionamento das fazendas Audácia, Jiang Agricultura e Tchela Macai.

O Vice-Presidente esteve, pela última vez, no Huambo em Agosto de 2019, altura em que constatou a execução dos vários projectos estratégicos e outros ligados às políticas de governação local e de combate às assimetrias regionais, que incluíram o município da Caála.

No âmbito da agenda de acompanhamento às acções de governação local, Bornito de Sousa realizou, igualmente, actividades do género nos municípios do Curoca (Cunene), Baía Farta e Lobito (Benguela), Quiçama (Luanda), Ambriz, Dande e Nambuangongo (Bengo), Quibala (Cuanza Sul) e Cacongo (Cabinda).

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política