Política

Vice-presidente do MPLA satisfeita com execução das obras do PIIM

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, afirmou, sábado, estar satisfeita com a execução física e financeira das obras inseridas no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), em curso na província do Cunene.

02/08/2021  Última atualização 05H50
Vice-presidente Luísa Damião © Fotografia por: Contreiras Pipa | Edições Novembro
Ao falar no final de uma visita às obras do PIIM nas comunas de Nehone, Evale e Môngua, no município do Cuanhama, Luísa Damião reafirmou que o MPLA "está comprometido com a melhoria das condições do povo angolano e os projectos em curso mostram a vontade do Executivo em melhorar a vida dos cidadãos nos municípios".

"Constatamos, nos municípios da província do Cunene, o grau de execução física e financeira das obras e deixou-nos satisfeitos, tendo em conta as dificuldades enfrentadas para fazer  chegar os materiais de construção nestas localidades”, disse Luísa Damião.

Distribuídos nos seis municípios do Cunene, os membros do Bureau Político do MPLA avaliaram o  nível de execução das 113 obras na província, avaliadas em mais de 21 mil milhões de kwanzas, a qualidade do material e equipamento, bem como deixar algumas orientações práticas para evitar atrasos nas  obras.

A vice-presidente do MPLA disse haver  um "envolvimento muito sério do Governo da província e das administrações municipais, que estão sempre com os técnicos a acompanhar as obras".

Luísa Damião visitou as obras de construção dos complexos residenciais para professores e enfermeiros nas comunas de Nehone, Evale e Môngua, projectos de electrificação da vila de Okapango, a construção dos centros de saúde de Môngua e Bulunganga.

A dirigente reafirmou, ainda, o compromisso do MPLA na resolução dos problemas das populações. O partido, acrescentou, é uma marca comprometida com as aspirações do povo, por isso, ao dar conta dos erros, adoptou o lema de governação "Melhorar o que está bem e corrigir o que está mal”, com a implementação de várias reformas económicas, sociais e políticas, que ainda estão em curso.


Cuanza-Norte

O primeiro secretário provincial do MPLA no Cuanza-Norte, afirmou,  sábado, em Ndalatando, que o partido sempre trabalhou na perspectiva da satisfação dos anseios de todos os cidadãos, sem distinção de raça, cor ou opção política.  
Revelou que o Executivo aprovou um orçamento específico para a construção do novo hospital de Cazengo. Anunciou para breve o arranque das obras de asfaltagem das sedes municipais de Quiculungo e Lucala, a par do tro-ço de 25 quilómetros, entre a localidade de Andulo até à vila de Quilombo dos Dembos.


Elautério Silipuleni | Ondjiva Marcelo Manuel| Ndalatando                   

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política