Sociedade

Viana abre campanha de vacinação escolar

Helma Reis

Jornalista

Uma campanha de vacinação escolar contra a Covid-19 foi aberta no município de Viana, província de Luanda, para imunizar alunos dos 12 aos 18 anos.

13/01/2022  Última atualização 09H35
© Fotografia por: DR
Aberta na escola pública 5.001, situada na vila de Viana, a campanha vai dispor de equipas móveis que vão percorrer todas as escolas do município de Viana, um dos mais populosos da província de Luanda.

Na cerimónia de lançamento da campanha, no último domingo, o novo director municipal da Saúde de Viana, Matondo Alexandre, deu ênfase à necessidade de os alunos da faixa etária dos 12 aos 18 anos estarem também protegidos contra a Covid-19. 

Matondo Alexandre informou que as equipas móveis vão deslocar-se, também, a  "outros pontos” de todos os bairros de Viana, para a vacinação de um maior número de pessoas do município. 

O responsável pelo sector da Saúde no município de Viana recomendou aos pais e encarregados de educação a prestarem maior atenção a possíveis reacções que podem surgir depois da toma da vacina contra a Covid-19.

Matondo Alexandre confirmou que as escolas do município de Viana estão a ser desinfestadas e desinfectadas, trabalho que é desenvolvido por uma equipa municipal de luta anti-larval.

"Percebemos que a superfície escolar precisa de ser preparada para receber os alunos”, sublinhou Matondo Alexandre, na abertura da campanha, lançada a poucos dias da retomada das aulas em todo o território nacional.

A vacinação em massa no município de Viana decorre há já algum tempo, estando a imunização a ser feita na Casa da Juventude de Viana, na Universidade Jean  Piaget e no distrito urbano do Zango. 

Até segunda-feira, já estavam vacinadas, no município de Viana, 6.780  pessoas  dos  12  aos  18  anos, com duas doses, enquanto 3.118 receberam a terceira dose, informou o director Matondo Alexandre.

O responsável pelo sector da Saúde no município de Viana assegurou que se está a trabalhar no sentido  de haver "uma nova  dinâmica”  na execução do Programa de  Saúde Pública, que tem como linhas de força colocar os serviços de saúde mais  próximo das  comunidades, a disseminação da informação sobre a prevenção de doenças, como o paludismo e a tuberculose, e a distribuição de mosquiteiros  a pessoas de grupos de risco – mulheres, crianças e idosos. 

"Queremos dar qualidade às actividades desenvolvidas pelos postos e centros de saúde”, acentuou o director municipal da Saúde de Viana, que anunciou o reforço da inspecção, incluindo nos mercados e restaurantes.

O presidente da Comissão de Pais e Encarregados de Educação do município de Viana, Manuel da Silva, disse esperar que os alunos dos 12 aos 18 anos adiram à campanha de vacinação contra a Covid-19. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade