Cultura

Vavá do Cuanza-Sul leva semba à Bahia

Manuel Albano |

Jornalista

O músico Vavá do Cuanza-Sul está desde segunda-feira, em Salvador da Bahia, para participar de hoje, às 18h00 (do Brasil), até domingo, na segunda edição do Festival Internacional de Percussão “La Lata”, que decorre desde ontem, no Candyall Guetho, numa iniciativa do cantor brasileiro Carlinhos Brawn.

24/09/2022  Última atualização 06H45
Músico Vavá do Cuanza-Sul © Fotografia por: DR
Em declarações, ontem, ao Jornal de Angola, o cantor angolano disse que vai procurar apresentar no festival a diversidade dos ritmos tradicionais do país, com realce para os estilos semba kakita e kimbuelela, numa junção de percussão angolana e brasileira.

Explicou que o "La Lata” é um espaço de promoção dos instrumentos tradicionais, na qual a diversidade e originalidade do folclore mundial são apresentados como forma de difundir e criar uma "ponte cultural”, entre angolanos e brasileiros residentes na Bahia.

Destacou durante a sua actuação o facto de ser acompanhado instrumentalmente pela banda brasileira Buginganga, cujo líder é o percussionista Boghan Gaboot.  De acordo com Vavá do Cuanza- Sul, nos espectáculos, uma das característica da banda Buginganga é apresentar uma sonoridade de tambores com bases rítmicas e efeitos melódicos nos compassos certos, proporcionando suavidade nas composições musicais.

Vavá disse que espera  representar bem o país, "por ser um encontro de troca de experiências múltiplas, no qual poderei mostrar a riqueza harmónica dos nossos ritmos numa cultura que tem muitas semelhanças a nossa”, revelou.    

 O conceito do festival "La Lata”, é a valorização da música instrumental de percussão, que se tornou um traço cultural intrínseco da Bahia, além de celebrar a história do bairro do Candeal, que há muitas gerações vem revelando ao mundo sua musicalidade, nascida de uma população ligada às suas matrizes africanas e que tem, no tambor, seu ícone de libertação.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura