Sociedade

“Unidos pela Infância” capacita formadores

Adolfo Mundombe/Huambo

Jornalista

Os profissionais do sector da Educação, em parceria com o Unicef, estão a ser formados desde, ontem, sobre matérias ligadas a cuidados infantis no sistema da educação nacional, no âmbito do projecto “ Todos Unidos pela Primeira Infância” que decorre de 1 a 5 do mês em curso, na sala de conferência do Liceu Joaquim Capango.

02/08/2022  Última atualização 08H57
Projecto em pareceria com o Unicef © Fotografia por: DR

O director do Gabinete Provincial da Educação no Huambo, Celestino Piedade Chikela, disse, na abertura da formação para formadores nacionais, que a mesma está dividida em quatro eixos, nomeadamente, educacional, saúde, diagnóstico municipal, participação comunitária, e que visa melhorar a protecção e educação integral da primeira infância, especialmente às crianças mais vulneráveis e desfavorecidas.

Para o responsável, o relançamento do projecto serve também, para os profissionais aperfeiçoarem as bases científicas que norteiam a educação da primeira infância e os pressupostos que levam à implementação do projecto no país, reconhecer a importância dos cuidados primários de saúde, contribuir para os instrumentos de colecta de dados que permitam identificar os problemas socioculturais e económicos das comunidades e definir estratégias de comunicação e divulgação do projecto e das actividades a serem desenvolvidas.

A formação, que ora começa, disse, enquadra-se no contexto preconizado pela Unesco, consubstanciada em garantir o direito à educação de qualidade para todos e realizar, de uma forma plena, o potencial transformador da Educação como caminho para um futuro colectivo sustentável.

No seu entender, a primeira infância é uma etapa crucial no desenvolvimento vital do ser humano, pois nela se consolida toda a base para as aprendizagens posteriores. E esta formação é oportuna, disse, porque se entende que se "enquadra no esforço do Governo, em parceria com o Unicef.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade