Sociedade

UNICEF lança apelo à protecção à criança

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) apelou os Estados para um esforço conjunto na construção e fortalecimento de uma rede de protecção da criança, onde actores do Governo, famílias, sociedade civil e sector privado trabalhem para providenciar o necessário a cada pequeno.

21/11/2021  Última atualização 08H06
© Fotografia por: DR
Este apelo foi feito, em Luanda pelo representante do UNICEF/Angola, Ivan Yerovi, por ocasião do Dia dos Direitos da Criança que sábado (20) se assinalou.


Ivan Yerovi considerou que o cenário actual é desafiador, mas "é importante que esta crise não se transforme numa crise dos direitos da criança. Falhar com os menores e os seus direitos é falhar com o presente e o futuro da Nação. Nenhuma sociedade prospera se os direitos da criança não forem protegidos”.


O diplomata alertou que a pandemia da Covid-19 e as mudanças climáticas podem travar os avanços na agenda da criança, mas referiu ser tempo de agir, por um presente e futuro diferentes para meninos e meninas.


Reconheceu que muito tem sido feito, mas apelou que esforços continuem enquanto, ainda, existirem crianças sem vacinas, fora da escola, sem documentos de identificação, caladas e vítimas da violência e outras a padecerem de malnutrição ou alguma doença.


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade