Mundo

União Africana suspende a Guiné

A União Africana (UA) anunciou, ontem, a suspensão da República da Guiné de todas as suas “actividades e órgãos de decisão”, em consequência do golpe de Estado no último domingo, liderado por militares naquele país da África Ocidental.

11/09/2021  Última atualização 09H05
União Africana © Fotografia por: DR
"O Conselho de Paz e Segurança (...) decide suspender a República da Guiné de todas as actividades/órgãos decisórios da UA”, anunciou através da sua conta no Twitter o órgão responsável pela gestão dos conflitos e questões de segurança no seio da União Africana, dois dias após uma decisão semelhante da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

A organização pan-africana, sediada na capital etíope, Addis Abeba, pede ainda ao Conselho de Segurança das Nações Unidas "que aprove o comunicado final da CEDEAO”, que apoia. A CEDEAO anunciou, quarta-feira, a suspensão da Guiné e o envio de uma missão diplomática ao país, mas não pronunciou quaisquer sanções económicas.

A missão, composta por ministros dos Negócios Estrangeiros de quatro países e pelo presidente da comissão da CEDEAO, Jean-Claude Kassi Brou, chegou ontem a Conacri.
A CEDEAO exigiu ainda "respeito pela integridade física” e a "libertação imediata” do Presidente Alpha Condé, capturado e detido pelos golpistas no domingo.

As forças especiais guineenses lideradas pelo seu comandante, tenente-coronel Mamady Doumbouya, anunciaram no domingo que tinham capturado o Chefe de Estado para pôr fim à "má gestão financeira, à pobreza e à corrupção endémica” e ainda "à instrumentalização da Justiça (e) ao atropelo dos direitos dos cidadãos”.

Dissolveram o Governo e as instituições e aboliram a Constituição do país, que Condé tinha feito alterar e aprovar em 2020, por forma a poder candidatar-se a um terceiro mandato nesse mesmo ano, não obstante meses de protestos e dezenas de mortes em resultado dos mesmos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo