Mundo

União Africana condena morte de 150 pessoas por terrorismo na RDC

JA Online

A União Africana (UA) condenou hoje veementemente os massacres cometidos por um grupo rebelde no leste da República Democrática do Congo (RDC), que mataram 150 pessoas em Junho.

17/06/2024  Última atualização 20H03
© Fotografia por: Lusa
"O presidente da comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, "tomou conhecimento, com consternação, da multiplicação dos massacres de civis inocentes pelas Forças Democráticas Aliadas (ADF) nos territórios de Beni e Lubero, na província de Kivu do Norte, na República Democrática do Congo (RDCo)", segundo um comunicado.

"O presidente da comissão condena veementemente estes ataques, que já custaram a vida a 150 pessoas desde o início de junho", referiu o comunicado, citado pela Lusa.

Mahamat "encoraja também as autoridades congolesas, em colaboração com os países da região, a intensificar os seus esforços para travar a expansão da ameaça terrorista na região dos Grandes Lagos".

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo