Cultura

UNAC entrega Carteira Profissional em Benguela

O actor de teatro Alberto Tchiuca foi o primeiro contemplado com a Carteira Profissional do Artista, entregue de forma simbólica, no sábado, em Benguela, pela União Nacional dos Artistas e Compositores - Sociedade de Autores (UNAC - SA).

27/09/2022  Última atualização 08H30
Presidente da Comissão da Carteira do Artista © Fotografia por: Vigas da Purificação | edições novembro

Segundo o presidente da Comissão da Carteira Profissional do Artista, Maneco Vieira Dias, a instituição tem feito um grande esforço para que os artistas sejam reconhecidos pela sociedade, a exemplo dos profissionais de outras áreas.

Questionado sobre os benefícios do documento, afirmou que, além do reconhecimento, o artista terá direito a uma pensão de reforma, acesso à habitação e a sua inserção na Segurança Social.

"Só poderão participar em espectáculos artistas de música, teatro, dança ou artes plásticas identificados com a carteira”, avisou.

Uma outra característica que ela oferece, segundo, Maneco Vieira Dias, é o código de barras para evitar falsificação.

As carteiras são entregues mediante pagamento de 25 mil kwanzas e estão subdivididas em carteira profissional, para os que trabalham em tempo integral na sua arte, e a semi-profissional, para aqueles que, independentemente da sua actividade, aproveitam os momentos livres para exibir o seu talento.

Por sua vez, Alberto Tchiuca disse que faz teatro há 29 anos e sente-se feliz por ver o seu sonho concretizado. "Foi uma luta de muitos anos e como vantagem vejo que o artista vai sair da condição de pedinte para contribuinte do Estado”, afirmou com satisfação.

Informou que trabalha com o grupo de teatro "Damba Maria”, que existe há 16 anos e tem como ambição a sua internacionalização.

"Chegamos recentemente de Moçambique e tivemos dois convites para Portugal, onde infelizmente não viajamos por não termos conseguido o visto”, lamentou.

Porém, revelou,  o grupo está a preparar duas peças de teatro, nomeadamente "Manguxi” e "As heroínas”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura