Cultura

Uíge “caça” talento local para a montra nacional

O Gabinete Provincial da Cultura no Uíge iniciou, ontem, o processo “caça” talentos da música, teatro, cinema, artes plásticas, artesanato e outras manifestações culturais, com o objectivo de representarem a província na terceira Edição Especial - Centenário do Festival Nacional da Cultura (FENACULT 2022), a ser realizada na capital do país.

26/11/2022  Última atualização 07H45
© Fotografia por: DR
As actividades culturais em toda a província do Uíge tiveram início ontem, durante um acto orientado pelo administrador municipal adjunto do município do Uíge, Zacarias Manuel, em representação do governador provincial, José Carvalho da Rocha, e prolongam-se até ao  dia 9 de Dezembro, com vista a eleger os artistas que devem representar a região na maior montra cultural do país.

Zacarias Manuel referiu que além da promoção das actividades culturais locais, estas manifestações visam a participação, de forma efectiva, nas comemorações do centenário do nascimento do primeiro Presidente de Angola e Fundador da Nação, António Agostinho  Neto, bem como para a divulgação e conhecimento do papel que a cultura e as artes tiveram na formação da angolanidade.

"No âmbito da cerimónia de abertura do Festival Nacional da Cultura, organizado pelo Ministério da Cultura e Turismo, todas as províncias foram orientadas para  realizarem o festival em todos os municípios,  no sentido de se encontrar  os talentos que possam  representar  a província no evento nacional”, disse.

Sublinhou que leque de actividades a serem desenvolvidas, neste período, que se reveste de um pendor histórico-cultural onde os cidadãos vão poder ter noção daquilo que é a  cultura angolana, com particularidade a da província do Uíge e serem motivados a  preservar, divulgar e conhecer a mesma para que as gerações futuras possam se orgulhar da identidade cultural de cada região do país e não a substituírem com a cultura de outros países.

"No dia 9 de Dezembro vai ser realizado o festival à escala provincial, onde o objectivo é encontrar músicos  ou outros artistas que vaão poder representar a província do Uíge na principal manifestação em Luanda. Pedimos à sociedade para que conjuguemos  esforços, por forma a que essas actividades tenham o êxito preconizado”, sublinhou.


Lussilavova Lopes | Uíge

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura