Sociedade

UEPA solicita revogação do decreto que autoriza reajuste das propinas

Redacção

A Associação dos Estudantes das Universidades Privadas de Angola (UEPA) lançou uma petição pública para uma subscrição a solicitar ao Presidente da República, João Lourenço, a revogação do Decreto Executivo que autoriza o reajuste das propinas e emolumentos nas instituições do ensino geral e superior.

28/09/2021  Última atualização 13H41
Estudantes diante de uma manifestação (antes da pandemia) © Fotografia por: DR

O Decreto Executivo conjunto nº 420/21 de 14 de Setembro com efeitos imediatos autoriza o reajuste das propinas e emolumentos nas instituições do ensino geral nas instituições de ensino geral na ordem dos 15% e 25% para as instituições de ensino superior.

O presidente da UEPA, Joaquim da Costa, avançou esta terça-feira que os estudantes acreditam que o Presidente da República vai revogar o decreto "que ameaça o sonho de muitos estudantes se formarem”.

Para Joaquim da Costa, numa altura em a vida social e económica das famílias não está nas melhores fases possíveis "o aumento de mais 25% no ensino superior e 15% no ensino geral cria rupturas na vida dos jovens”, atira em declarações à RNA.   

Nesta altura, cerca de dois mil estudantes já subscreveram a petição via internet. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade