Mundo

UA disponível para acompanhar processo de transição no Mali

O presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, reuniu-se hoje com o líder do governo de transição do Mali, coronel Assimi Goita, e sublinhou a disponibilidade da organização em acompanhar o processo de devolução do poder aos civis.

26/01/2022  Última atualização 00H03
© Fotografia por: DR

Mahamat iniciou segunda-feira uma visita a Bamaco e reuniu-se, além de Goita - que liderou dois golpes militares, em Agosto de 2020 e Maio de 2021 - e com o primeiro-ministro de transição, Choguel Kokalla Maiga.

"Mobilizamos o continente e os seus parceiros para apoiar o Mali a ultrapassar a actual crise e estabelecer um Estado forte no interesse do povo maliano, da região e de todo o continente", disse à imprensa o dirigente africano no final do encontro com Goita.

Mahamat pediu a Goita que tenha em conta a situação de segurança "multidimensional e particular" que o Mali atravessa há uma década.

Relativamente às sanções impostas pela Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) contra o Mali após o governo de transição ter decidido adiar as eleições marcadas para o próximo mês de Fevereiro, Mahamat salientou que "o mais importante é ver como apoiar a transição no Mali".

O responsável da União Africana insistiu na importância de, "numa base consensual, se alcançarem entendimentos que preservem os interesses fundamentais" do Mali, "tendo em conta os textos que regem" a União Africana.

Por seu lado, o primeiro-ministro do Mali disse também à imprensa, após o encontro com Mahamat, que o seu país conta com a União Africana para sair da actual crise.

"Estamos convencidos de que com eles [União Africana] e com a CEDEAO encontraremos uma forma de entendimento para que o Mali ocupe o lugar que nunca deveria deixar na organização da CEDEAO", disse o primeiro-ministro do Mali, que tinha ao seu lado nas declarações à imprensa o presidente da Comissão da União Africana.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo