Mundo

Trump defende anulação das eleições de 2020 e extinção da Constituição

JA Online

O ex-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Trump, defendeu a anulação das eleições presidenciais de 2020 e a extinção da Constituição americana, exigindo a reintegração na presidência.

04/12/2022  Última atualização 17H25
© Fotografia por: DR

Na origem, está a decisão do novo proprietário da rede social Twitter, Elon Musk, de revelar deliberações internas de 2020 da companhia sobre a divulgação de uma história do jornal "New York Post" a partir de ficheiros alegadamente pertencentes ao computador pessoal de Hunter Biden, noticiou, este domingo, a Lusa.

 

O filho do actual presidente norte-americano já foi anteriormente visado por Trump por alegadas suspeitas de ilegalidades cometidas na Ucrânia.

 

Donald Trump escreveu que, "os pais fundadores da democracia americana, nem aprovariam, eleições falsas e fraudulentas", voltando a alimentar teorias da conspiração sobre a derrota eleitoral nas últimas eleições presidenciais e criticando as empresas tecnológicas por, alegadamente, estarem alinhadas com os Democratas.

Na sequência, a Casa Branca reagiu ao posicionamento do ex-presidente dos EUA.

O porta-voz Andrew Bates criticar as declarações como um "anátema sobre a alma da nação", apelando para que Trump seja "universalmente condenado" por estas afirmações.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo