Sociedade

Troço Ninda/Mussama Mitete vai ser terraplanado em seis meses

Lino Vieira | Luena

Jornalista

As obras de terraplanagem do troço Ninda/Mussama Mitete, município dos Bundas, província do Moxico, foram adjudicadas, segunda-feira, à construtora Elbrom, cujos trabalhos, com a duração de seis meses, arrancam nos próximos dias.

14/07/2021  Última atualização 08H05
Vias secundárias e terciárias na província do Moxico estão a ser reabilitadas à luz do PIIM © Fotografia por: Daniel Benjamim | Edições Novembro
Enquadradas no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), as obras estão orçadas em mais de um bilião de kwanzas. A estrada, degradada há largos anos, tem uma extensão de 76 quilómetros.

O governador provincial, Gonçalves Muandumba, disse no acto de adjudicação, que a reabilitação e construção de estradas constituem um dos maiores desafios do seu elenco. "Estamos a trabalhar para termos as vias secundárias e terciárias da província completamente transitáveis, com vista ao impulsionamento do sector Agrícola”, sublinhou.


 "Temos de ter as estradas em condições”, continuou, " para facilitarem os trabalhos das cooperativas e famílias camponesas, entidades que alavancam a produção agrícola localmente. A construção de estradas é também uma das formas de combater a fome e a pobreza, pois os produtos produzidos em zonas rurais têm de ser escoados para os centros comerciais, e sem estradas em condições não é possível.”


O governante admite que, depois da conclusão deste troço, o Governo Provincial "esteja em condições de colocar mais serviços essenciais e diminuir paulatinamente as dificuldades na região”.


 Consta ainda do programa de obras do Governo Provincial, a reabilitação dos troços Ninda/Malundo e Luacano/-Lago Dilolo.
Mussuma Mitete, uma das nove comunas do municípios dos Bundas, está desprovida de grande parte dos serviços básicos porque o mau estado das vias de acesso se afiguram como grande obstáculo para a construção de infra-estruturas na localidade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade