Política

Tribunal espanhol arquiva investigação sobre a morte de José Eduardo dos Santos

JA Online

A Justiça espanhola arquivou a investigação sobre a morte do ex-Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, confirmando que se deveu a causas matutais, contrariando a acusação de uma das filhas do malogrado.

04/10/2022  Última atualização 20H40
© Fotografia por: DR | ARQUIVO

A decisão de um tribunal de Barcelona, na região espanhola da Catalunha, arquivou o processo ao concluir que José Eduardo dos Santos morreu naquela cidade de "causas exclusivamente naturais" no passado dia 8 de Julho, como já haviam determinado as conclusões iniciais da autópsia.

A investigação judicial foi aberta na sequência de uma queixa de alguns filhos do ex-Presidente de Angola, que invocavam a possibilidade de o pai ter morrido por negligência nos cuidados que lhe foram prestados pelo médico pessoal e pela última mulher, Ana Paula dos Santos.

Na decisão hoje conhecida, citada pelas agências de notícias EFE, Europa Press e AFP, o juiz refere que "a carência de indícios de dito delito, face ao relatório definitivo da autópsia e dos documentos de saúde integrados nos autos, conduzem ao encerramento provisório e ao arquivamento do processo”.

"Não existem elementos que permitam considerar que não lhe foram prestados cuidados em algum momento", acrescenta a decisão do tribunal de Barcelona.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política