Mundo

Tribunal de cabo verde mantém decisão de extraditar venezuelano Saab

O Tribunal Constitucional cabo-verdiano rejeitou, quinta-feira, segundo a Lusa, o recurso da defesa de Alex Saab, considerado testa-de-ferro do Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, para suspensão do processo de extradição, conforme pedia o Comité de Direitos Humanos das Nações Unidas (CDH).

24/07/2021  Última atualização 05H30
Tribunal de cabo verde, recusa a defesa do venezuelano Saab © Fotografia por: DR
Na decisão, o Tribunal Constitucional entendeu, entre outros argumentos, que o Estado de Cabo Verde não está obrigado a cumprir o pedido daquele Comité das Nações Unidas.
Alex Saab, de 49 anos, foi detido em 12 de Junho de 2020 pela Interpol e pelas autoridades cabo-verdianas, durante uma escala técnica no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, ilha do Sal, com base num mandado de captura internacional emitido pelos EUA, quando regressava de uma viagem ao Irão em representação da Venezuela, na qualidade de "enviado especial” e com passaporte diplomático, no pico da pandemia de Covid-19.


  Sobe para 337 o número de mortos vítimas da violência na África do sul

 A violência na África do Sul fez, pelo menos, 337 mortos, de acordo com os números apresentados ontem pelo Governo, que revelam uma subida de 61 óbitos face aos valores da véspera.

"A Polícia sul-africana reviu o número total de mortos” na região de Joanesburgo para 79 e na província de Kwazulu-Natal para 258 no seguimento da violência, anunciou a ministra da Presidência, Khumbudzo Ntshavheni, citada pela AFP. A violência foi iniciada após a detenção do ex-Presidente Jacob Zuma, 79 anos.

O também ex-presidente do ANC (Congresso Nacional Africano) está preso desde o passado dia 7, no Centro Correcional  de Estcourt, a cerca de 150 quilómetros da sua residência, em Nkandla, área rural do KwaZulu-Natal, por desrespeito ao Tribunal Constitucional.
Zuma deve cumprir uma pena de 15 meses de prisão.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo