Sociedade

Toxicodependência: Ministério da Saúde controla mais de doze mil pacientes

Victorino Matias | Dundo

Jornalista

A maioria dos 12. 993 pacientes toxicodependentes está a receber tratamento no Centro de Reabilitação do Bengo, que, de acordo com secretário de Estado da Saúde Pública, Franco Mufinda, “o único centro existente no país”. Este trabalho é desenvolvido pelo Ministério da Saúde através do Instituto Nacional de Luta Anti Droga (INALUD) e Organizações Não-Governamentais.

04/07/2022  Última atualização 07H05
Workshop sobre Drogas e Toxicodependências, realizado no Dundo, Lunda-Norte pelo INALUD © Fotografia por: Benjamin Cândido | Edições Novembro

Franco Mufinda que prestou a informação, durante um Workshop sobre Drogas e Toxicodependências, realizado no Dundo, Lunda-Norte, e organizado pelo INALUD, disse  que a instituição  recuperou  267 pacientes,  entre os quais 140  mereceram um implante subcutâneo,  um novo  método de tratamento utilizado  em Angola  e que está a produzir  resultados satisfatórios.

O secretário de  Estado da Saúde Pública defendeu  a necessidade de se construir mais centros regionais, com  vista a descentralização dos  serviços e a recuperação  destas  pessoas , sobretudo,  os jovens. Lançou um desafio ao Governo provincial da Lunda-Norte  e empresas diamantíferas que operam na região para  a conjugação de esforços, visando  a  construção  de um centro  de internamento  e tratamento de toxicodependentes.

Franco Mufinda disse ainda que as províncias do Leste,   pela sua extensão territorial, aliada à partilha de uma extensa  fronteira   com a  RDC  e a Zâmbia, merecem ter um centro para o acompanhamento do fenómeno ligado ao consumo de drogas. O  Ministério da Saúde,  através do INALUD, apela à contribuição e colaboração para a construção de uma "Casa Dia”, para o tratamento das pessoas com problemas de uso de drogas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade