Desporto

Tony Cabaça herói do Desportivo da Huíla na Supertaça

JA Online

O Petro de Luanda e o Desportivo da Huíla não foram além do empate no tempo regulamentar e no prolongamento, na Caála, província do Huambo. Nos penáltis, por 3-1, Tony Cabaça defendeu três castigos máximos e foi o herói para a turma dos militares da Região Sul, que ergueu a Supertaça, esta sexta-feira.

23/09/2022  Última atualização 17H02
© Fotografia por: Francisco Lopes/Edições Novembro

O encontro da Supertaça entre o campeão do Girabola, Petro de Luanda e o vencedor da Taça de Angola, Desportivo da Huíla, sorriu ao conjunto dos militares da Região Sul, com um triunfo nas grandes penalidades, naquele que é o duelo que assinala a abertura da época, no Estádio Mártires da Canhala, na Caála, na província do Huambo.

O jogador do Tricolor, Gleison, perdeu a chance de sentenciar a partida nos descontos, no tempo regulamentar, quando atirou ao travessão depois de um remate efectuado que ressaltou no relvado, tendo visto o disparo ser afectado pelas más condições do terreno.

Além disso os petrolíferos viram ainda um golo ser anulado a Gilberto já no prolongamento.

Porém, na marcação das grandes penalidades, o Desportivo da Huíla foi mais eficaz do que o emblema da capital.

Paulo Torres, que se estreou no comando técnico dos militares da Região Sul, garante assim o primeiro troféu da época, bem como a primeira Supertaça na história do Desportivo da Huíla, que foram finalistas vencidos na temporada passada.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto