Cultura

Toni Polo apresenta hoje documentário no Elinga

Analtino Santos

Jornalista

O documentário “Luanda S(o)un(d)rise : Angola new music makers” de Toni Polo é exibido hoje, a partir das 18h30, no Elinga Teatro, local onde artistas do movimento de música alternativa da capital partilham o seu olhar sobre o país.

17/11/2022  Última atualização 08H50
Dj Cucurucho anima hoje convívio no Elinga Teatro © Fotografia por: DR
De seguida o Dj Cucurucho irá animar e passar música diversificada com as fusões assente do afro ao funk, passando pelo jazz e soul, sem deixar os ritmos angolanos.

Toty Sa’med, MC Sacerdote e Hélder Mendes, três músicos de Luanda que reflectem o sentimento da juventude angolana, após as manifestações entre 2011 e 2016, participam no documentário, onde eles partilham os desejos, sonhos, medos, frustrações e esperanças que os jovens angolanos sentem, com a sua música e palavras.

Este documentário foi gravado pelo realizador Toni Polo durante sua primeira estadia em Luanda para o trabalho de campo de doutoramento em antropologia musical. Este filme capta a forma como jovens criadores independentes usam a arte como forma de expressar uma identidade individual e colectiva que desafia o poder e as instituições em África.

Toni Polo é o Dj Cucurucho das noites de Paris define-se como espanhol de origem e africano de coração residente em Paris e apaixonado por Lisboa, onde toma conhecimento da música angolana. DJ Cucurucho é co-fundador do colectivo Groovalizacion, dedicado à difusão e à partilha das músicas urbanas do mundo e das novas sonoridades periféricas. Este "activista do groove sem fronteiras” desenha nos seus sets uma justaposição de músicas étnicas e sons contemporâneos das latitudes mais diversas construindo uma viagem do vintage ao digital entre sons tropicais, disco-funk e beats electrónicos, criando uma colagem entre o acústico e o sintético, entre o tradicional e o hipermoderno.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura