Sociedade

Tocoístas preparam a primeira Jornada Internacional da Juventude

Valter Gomes| Uíge

A “cidade Santa” do Ntaya, berço do tocoismo, no município de Maquela do Zombo, província do Uíge, vai acolher de 22 a 28 de Julho deste ano, a primeira Jornada Internacional da Juventude desta congregação religiosa, informou, ontem, o bispo Dom Afonso Nunes.

10/06/2024  Última atualização 09H19
Governador do Uíge, José Carvalho da Rocha (à esquerda), manteve um encontro com o Bispo Dom Afonso Nunes © Fotografia por: Edições Novembro

Durante sete dias, disse, a jornada, a decorrer na cidade do Uíge, vai albergar mais de um milhão de conferencistas, com o objectivo de criar mais união da juventude em torno da disciplina e ética religiosa.

O líder religioso anunciou o facto à saída de uma audiência com o governador provincial, José Carvalho da Rocha, e referiu que a jornada vai servir para a partilha de conhecimentos entre os jovens que vivem dentro e fora do país.

"Pela dimensão da actividade, há a necessidade de ter todo o apoio do Governo do Uíge”, disse, além de informar que fica na província até amanhã, de forma a garantir a criação de uma comissão local para assegurar os preparativos necessários. "A partir da próxima semana vai começar-se o trabalho de desmatação do terreno num perímetro de cerca de 20 hectares, onde vão ficar os conferencistas”, avançou.

O bispo da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo considerou a Jornada Internacional da Juventude um evento de extrema importância, pelo facto de os jovens serem uma força indispensável para o desenvolvimento da sociedade.

Dom Afonso Nunes lembrou que a "cidade Santa” do Ntaya é um símbolo da unidade dos tocoistas, por ser o local que acolhe os restos mortais do líder fundador da Igreja, Simão Gonçalves Toco.


 Moralização

O bispo adiantou, ainda, que, durante os sete dias, vão ser abordados, entre outros, temas de extrema importância, que visam à moralização dos jovens. "É preciso que os jovens entendam o que está ser feito agora para eles. Quando se vandalizam os caminhos de ferro, condutas de água, de transportação de energia eléctrica, está a se atrasar o crescimento do país. Por isso, a Igreja desempenha um papel preponderante na moralização da sociedade”, destacou.

Dom Afonso Nunes anunciou, na ocasião, a construção, para breve, de um mausoléu no túmulo do profeta Simão Gonçalves Toco. "Vamos dar início a construção do mausoléu. Já decidimos na reunião do episcopado. Vamos parar com outros projectos e construir, primeiro, o memorial, pois o Ntaya merece a atenção especial de todos”, disse.

 
Colaboração

O governador do Uíge assegurou que o Governo local vai trabalhar em colaboração com a igreja na criação das condições necessárias para o êxito da actividade.  "É um desafio e acreditamos que junto será possível”, assegurou.

José Carvalho da Rocha destacou, igualmente, o papel que a Igreja tem desempenhado, como parceiro do Estado, na moralização da sociedade. "Tem sido um trabalho louvável. Por isso,  o Governo local reitera o compromisso de apoiar a igreja”, disse.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade