Política

Téte António quer mais entrosamento na política externa

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, defendeu, esta segunda-feira, em Luanda, maior entrosamento no tratamento das questões sobre política externa e cooperação internacional.

04/10/2022  Última atualização 07H29
Ministro das Relações Exteriores apresenta estratégias do sector © Fotografia por: DR

Intervindo na cerimónia de apresentação dos secretários de Estado recém-nomeados pelo Presidente da República, o governante afirmou que o sector deve também conferir maior relevância e coordenação das suas tarefas, assim como melhorar as condições de trabalho dos funcionários, tendo em vista uma diplomacia mais actuante.

Ao apresentar os secretários de Estado para as Comunidades Angolanas, Vieira Lopes, Relações Exteriores, Esmeralda Mendonça, e Administração, Finanças e Património, Maria Fragoso Auxiliar, o ministro referiu que o último cargo servirá para o coadjuvar em matérias relacionadas com a organização geral.

Apontou como tarefas da responsável gerir os recursos financeiros, alocados ao Ministério das Relações Exteriores, com base no rigor da coisa pública, assim como coordenar, orientar e supervisionar as actividades da Secretaria Geral.

Cabe, igualmente, à secretária de Estado Maria Fragoso Auxiliar gerir as direcções dos Recursos Humanos e da Administração e Gestão do Orçamento. Em declarações à imprensa, apontou como primeira tarefa realizar um diagnóstico exaustivo da situação financeira do Ministério, com destaque para as missões diplomáticas.

De acordo com a responsável, há necessidade de se tomar conhecimento da real situação do sector antes de tomar as medidas ligadas à gestão financeira. Maria Fragoso Auxiliar antes desempenhou as funções de directora do Gabinete da ministra das Finanças, Vera Daves.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política