Economia

Téte António exorta divulgação da qualidade do café nacional no exterior

Hélder Jeremias

Jornalista

O ministro das Relações Exteriores exortou esta sexta-feira(19), em Luanda, os membros das missões diplomáticas e produtores nacionais a melhorarem os mecanismos de divulgação da excelente qualidade do café produzido em Angola, para que o país volte a obter altos índices de receitas por intermédio da sua exportação.

20/11/2021  Última atualização 10H25
Ministro das Relações Exteriores © Fotografia por: DR
Téte António falava no final de uma palestra com o tema " Café em Angola: Conectando as Culturas do Mundo", realizada na Academia Diplomática Venâncio de Moura, numa parceria entre os ministérios das Relações Exteriores e da Agricultura e Pescas para saudar o dia do diplomata, assinalado a 19 de Novembro.

O ministro recordou que o Café foi, num passado não muito distante, a principal fonte de receitas para o país, por intermédio do qual foram erguidos os principais centros urbanos do país, mas que a sua decadência deveu-se, principalmente, à instabilidade que se viveu com o eclodir da guerra civil,Realizado em formato híbrido, o certame contou com a participação de altos quadros angolanos que apresentaram os painéis "o papel da cooperação internacional no mercado do café"; " a diplomacia ao serviço da internacionalização dos produtos angolanos"; " a origem da qualidade e rotas actuais do café"; " as potencialidades e incentivos no cultivo de café", além da partilha de experiência com um produtor de destaque.

"Ficamos muito comovidos pelos pormenores técnicos aqui apresentados, pois o Executivo está certo de que a diplomacia económica é um dos instrumentos que permitirá  divulgar a excelente qualidade do que se produz em Angola e, desta forma, permitir que o nosso café volte a ser uma das principais matérias-primas da nossa economias", disse .

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia