Política

Téte António em Abuja para a reunião ministerial

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, participa, hoje, em Abuja, Nigéria, na reunião do Conselho de Ministros da Comissão do Golfo da Guiné (CGG), que, entre outros assuntos, vai discutir o ponto de situação actual da organização e analisar o estado das contribuições dos países-membros.

07/10/2022  Última atualização 06H20
Ministro das Relações Exteriores, Téte António © Fotografia por: Edições Novembro

A reunião, que antecede a 5ª sessão ordinária da Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo, a decorrer de forma híbrida, também vai proceder a apresentação do relatório de actividades do Secretariado Executivo, durante o período 2020 a 2022, e do Plano de Acção da organização referente ao ano 2022/2023.

A Comissão do Golfo da Guiné foi criada a 3 de Julho de 2001, através do tratado assinado em Libreville, Gabão, por Angola, Congo, Gabão, Nigéria e São Tomé e Príncipe.

A organização constituiu-se numa ferramenta institucional permanente de cooperação destes Estados ribeirinhos do Golfo da Guiné com vista a defesa de seus interesses comuns e a promoção da paz e desenvolvimento sócio-económico assente no diálogo e concertação, baseados nos laços de amizade, solidariedade e fraternidade.

À Comissão, a que aderiram em 2008 os Camarões e a República Democrática do Congo, permanece aberta à adesão de outros Estados da costa do Golfo da Guiné, com vista a transformar a sub-região numa Zona de Paz e Segurança.

 Criar as condições de confiança mútua, paz e segurança propícias ao desenvolvimento harmonioso dos Estados, promover uma concertação estreita na exploração dos recursos do Golfo, com vista a assegurar o desenvolvimento económico e bem-estar dos respectivos povos são alguns dos objectivos da CGG, que também vela pela harmonização das políticas dos seus membros.

Segundo o comunicado de imprensa a que o Jornal de Angola teve acesso, o chefe da diplomacia angolana foi recebido, no Aeroporto Internacional de Nnamdi Azikiwe, pelo embaixador de Angola na República Federal da Nigéria, Eustácio Januário Quibato.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política