Política

Téte António defende promoção massiva da Cimeira de Luanda

O chefe da diplomacia angolana, Téte António, encorajou, quinta-feira, os ministros coordenadores regionais a trabalharem para a promoção massiva da 10ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da Organização dos Estados da África, Caraíbas e Pacífico (OEACP), a ter lugar de 6 a 10 de Dezembro deste ano, em Luanda.

23/09/2022  Última atualização 07H45
Téte António trocou impressões sobre os preparativos da Cimeira de Luanda © Fotografia por: DR
Téte António abordou o assunto durante uma reunião virtual com o Bureau do Conselho de Ministros da OEACP, que decorreu à margem da 77ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, Estados Unidos da América.

De acordo com uma nota do Ministério das Relações Exteriores a que o Jornal de Angola teve acesso, a Cimeira de Luanda se reveste de carácter histórico, por ser a primeira a se realizar no novo formato da organização.

No encontro, refere o documento, o Bureau do Conselho de Ministros da OEACP apreciou, em Nova Iorque, os pormenores dos preparativos da cimeira, que o país acolhe em Dezembro.

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, enalteceu o nível de preparação da Cimeira da Organização dos Estados da África, Caraíbas e Pacífico (OEACP), tendo assegurado total engajamento do Estado angolano para o êxito do evento, que vai juntar, em Luanda, estadistas dos 79 países-membros.

Téte António fez questão de acentuar que Angola assumiu o compromisso de albergar a 10ª Cimeira, num momento de viragem histórica para o grupo África, Caraíbas e Pacífico (ACP), quando na Cimeira de Nairobi em Dezembro de 2019, os Estados-membros aprovaram a revisão do Acordo de Georgetown, que elevou o perfil internacional da Organização.

O chefe da diplomacia angolana disse ser uma grande honra Angola acolher várias delegações de alto nível dos Estados-membros da OEACP, incluindo representantes da sociedade civil, que vão abordar, à margem da 10ª Cimeira, importantes questões relacionadas com o empresariado, o empoderamento da mulher e da juventude e da diáspora angolana.

Para o ministro das Relações Exteriores, a cimeira, que decorre sob o lema "3 Continentes, 3 Oceanos, 1 Destino Comum: Construir uma OEACP resiliente e durável, reflecte a importância que se atribui à necessidade do reforço do multilateralismo e do trabalho colectivo diante dos múltiplos desafios com que o mundo se confronta, apesar da dispersão geográfica.

Além do ministro Téte António, que participou da reunião a partir de Luanda, Angola fez-se representar por uma delegação em Nova Iorque, encabeçada pelo embaixador itinerante José Guerreiro Alves Primo.

Participaram igualmente da reunião, Amery Browne, ministro dos Negócios Estrangeiros e da CARICOM da República do Trinidade e Tobago, na qualidade de presidente do Conselho de Ministros da OEACP, e o embaixador Georges Rebelo Chikoti, secretário-geral da organização.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política