Sociedade

Tétano causa cinco óbitos em Luanda

Carla Bumba

Jornalista

Um total de cinco crianças morreram, nos últimos 15 dias deste mês, no Hospital Pediátrico David Bernardino, em Luanda, devido a complicações relacionadas ao tétano, revelou, quinta-feira, a pediatra Paula Silva.

18/06/2022  Última atualização 08H55
Crianças, ser aplicado vacina do tétano © Fotografia por: DR
A pediatra avançou que esses dados constam de um relatório referente à actividade assistencial do Hospital Pediátrico David Bernardino, apresentado durante uma visita de membros do clube Atléticos Petróleos de Luanda.

Paula Silva realçou que esses casos de mortes têm a ver com situações em que as crianças chegaram à unidade de saúde em estado bastante grave, sem muitas possibilidades de os técnicos fazerem intervenções que resultasse na sua recuperação.

Na visita, em que o grupo do Petro de Luanda, liderada pelo seu presidente, Tomás Faria, doou fraldas, seringas, material de biossegurança, produtos de higiene e dois televisores, a directora clínica do hospital, Margarida Correia, avançou que a unidade ainda recebe muitos casos de insuficiência renal.

Neste momento, salientou que o hospital tem 543 camas lotadas, sendo que 135 são do Banco de Urgência. Estão a ser assistidas 28 crianças com insuficiência renal aguda, numa altura em que a malária e as doenças respiratórias são as doenças mais frequentes.

À direcção do actual campeão do Girabola e da Taça de Angola em futebol, a directora clínica da Pediatria realçou que gostaria de receber mais apoio no que toca às questões de doação de sangue, numa altura em que a unidade faz 40 transfusões por dia.

O presidente do clube petrolífero, Tomas Faria, garantiu que o clube vai continuar a realizar actividades do género, sempre que tiver possibilidades de angariar fundos no quadro da sua responsabilidade social.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade