Economia

TAP vai cancelar 360 voos em greve marcada para Dezembro

A companhia aérea estatal portuguesa TAP SA cancela 360 voos durante uma greve de tripulantes de cabine de dois dias marcada para 8 a 9 de Dezembro, depois de a transportadora não terchegado a um novo acordo com os sindicatos, noticiou ontem a Bloomberg.

25/11/2022  Última atualização 12H39

"O cancelamento dos voos está a acontecer agora”, disse a presidente executiva da companhia, Christine Ourmieres-Widener, numa conferência de imprensa em Lisboa, na quarta-feira. A greve vai afectar cerca de metade dos voos da TAP, ou cerca de 50 mil passageiros durante esses dois dias, e resultar em cerca de 8,3 milhões de dólares em receitas perdidas, disse.

O sindicato dos tripulantes de cabine SNPVAC agendou o protesto, que começa num feriado em Portugal, depois de rejeitar uma nova proposta de contrato da TAP. O líder sindical Ricardo Penarroias disse quarta-feira que a última proposta da TAP não abordava a falta de pessoal, as pausas insuficientes para descanso entre voos e os baixos salários da companhia aérea.

Os cancelamentos acontecem enquanto o governo português, que recentemente pagou um resgate de 2,55 mil milhões de euros à TAP, procura um novo accionista para ajudar a colocar a companhia aérea numa base mais sólida. A TAP registou um prejuízo de 91 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2022.

No início deste mês, a TAP informou que estava a aconselhar os passageiros a alterar a data dos voos de forma a evitar a greve. O SNPVAC, que representa mais de três mil tripulantes em Portugal, vai realizar uma reunião dois dias antes da greve para avaliar o estado das negociações com a TAP.

"A minha esperança é que encontremos tempo para sentar e discutir um novo acordo”, disse Ourmieres-Widener. Questionada sobre se a greve ainda poderia ser cancelada, a presidente executiva disse "enquanto falamos, acho que não”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia