Mundo

Sudão: Conselho de Segurança da ONU reúne de urgência

O Conselho de Segurança da ONU deve realizar uma reunião de emergência à porta fechada, na tarde desta terça-feira (26) para discutir o golpe de Estado no Sudão, disseram hoje à agência de notícias AFP diplomatas.

26/10/2021  Última atualização 00H33
© Fotografia por: DR

A sessão foi solicitada por seis países ocidentais, Reino Unido, Irlanda, Noruega, Estados Unidos da América (EUA), Estónia e França, adiantaram as fontes.

Durante uma conferência de imprensa, através de videoconferência, o enviado da ONU no Sudão, o alemão Volker Perthes, havia indicado que esperava expor a nova situação do país africano no Conselho de Segurança na terça-feira.

Volker Perthes aguardava que os 15 Estados-membros demonstrassem união mais uma vez, enfatizando que as suas declarações foram levadas "bastante a sério” por responsáveis sudaneses durante dois anos.

Os Estados-membros do Conselho de Segurança da ONU estão a considerar pedir aos seus parceiros a adopção de uma declaração conjunta, referiram os diplomatas contactados pela AFP.

O objectivo da reunião é ter o apoio de todos os Estados-membros do Conselho de Segurança, lembrou um diplomata à agência de notícias francesa, alertando que não é certo que a Rússia e a China aprovem.

O primeiro-ministro sudanês, Abdalla Hamdok, a sua mulher, vários ministros e representantes proeminentes da sociedade civil do Sudão foram detidos por militares durante a manhã de hoje.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo