Coronavírus

Soyo aumenta número de postos de vacinação

Victor Mayala | Soyo

Jornalista

Três novos postos de vacinação contra a Covid-19 foram criados, há dias, no Soyo, província do Zaire, para reduzir as enchentes no único posto onde até então era administrada a segunda dose da vacina AstraZeneca, naquele município, informou ontem ao Jornal de Angola a responsável local da Saúde Pública e Controlo de Endemias.

09/06/2021  Última atualização 04H50
© Fotografia por: Edições Novembro
Rosária José disse que os novos postos, nomeadamente, o da Praça do Kitona, da Região Naval Norte e da Clínica da Base de Apoio Logístico às Actividades Petrolíferas (Kwanda), estão reservados para o atendimento dos efectivos dos órgãos de Defesa e Segurança, funcionários de empresas petrolíferas e da Capitania do Porto do Soyo.

Os chamados grupos de risco, constituídos, entre outros, por idosos e pessoas com doenças crónicas, de acordo com a responsável, vão continuar a ser atendidos no primeiro posto de vacinação montado no município, nas instalações da Direcção local da Saúde.
A responsável lamentou o facto de algumas pessoas terem perdido os cartões de vacina, obrigando os técnicos em serviço a recorrer à base de dados para a confirmação do registo do utente, através do número do Bilhete de Identidade.

"Infelizmente muitos cidadãos estão a regressar aos postos de vacinação sem os cartões que confirmam terem tomado a primeira dose”, disse. Nestes casos, prosseguiu, "estamos a recorrer à base de dados, para ver se esta pessoa tomou realmente a primeira dose”.
Segundo apurou o Jornal de Angola, no município do Soyo, mais de seis mil pessoas tomaram a primeira dose da vacina AstraZeneca. Nesta segunda fase, estão disponíveis 6.768 doses.

Desde o início do arranque da segunda fase, a 31 de Maio, já foram inoculadas mais de três mil pessoas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus