Economia

Sonangol anuncia obras para fábrica de fertilizantes

O presidente da Comissão Executiva da Unidade de Negócios de Gás e Energias Renováveis (UNGER) da Sonangol, Manuel Barros, anunciou, para breve, o lançamento da primeira pedra para a construção de uma fábrica de fertilizantes no Soyo, província do Zaire, com capacidade de processar 1,2 mil toneladas por ano.

24/06/2022  Última atualização 11H35
Fábrica de fertilizantes © Fotografia por: DR

As obras da unidade, de acordo com o responsável, terão duração de quatro meses e  geram 4.700 postos de trabalho, com os benefícios da fábrica a recaírem sobre a substituição da importação de ureia e num impacto directo sobre a balança de pagamentos e fomento da produção agrícola nacional.

"O projecto está em alinhamento com as metas do Plano de Desenvolvimento Nacional 2018/2022, contribuindo para a auto-suficiência em fertilizantes no país, de forma a  garantir a segurança alimentar, assim como vai permitir que Angola se torne em exportador, não apenas para o continente africano, mas, também, para o resto do mundo”, disse o presidente da Comissão Executiva.

Uma semana antes da divulgação destas informações, na edição do programa radiofónico quinzenal "Ngol”, a  UNGER anunciou um projecto da construção de uma unidade de produção de hidrogénio verde em Angola, que a pode tornar num dos principais parceiros da Alemanha no desenvolvimento desse tipo de energia renovável.

O acordo com construção dessa fábrica foi assinado em Berlim, com as empresas Gauff e Conjucta, e sucede projectos fotovoltaicos em curso no Namibe e Huíla, à iminente edificação de um outro, no Norte de Angola, bem como aos desígnios da companhia de descarbornizar as operações e de electrificar 18 postos de abastecimento com carregadores para carros eléctricos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia