Economia

Sonangol abre concurso de privatização do HCTA

A Sonangol fez saber, ontem, através de um anúncio público, no Jornal de Angola, a abertura do concurso para a cedência dos direitos de exploração e gestão da unidade hoteleira Hotel de Convenções de Talatona (HCTA), sito na província de Luanda.

21/09/2021  Última atualização 06H25
Hotel representa um investimento de 200 milhões de dólares © Fotografia por: DR
De acordo com o referido documento, o concurso vai até 19 de Outubro e prevê a cessão dos direitos para um prazo de 12 anos, estando aberto para entidades nacionais e estrangeiras.

Em relação ao valor estimado do contrato não foi divulgado, assim como o preço de reserva.

Inaugurado em 2009, o Hotel de Convenções de Talatona (HCTA) é um investimento de 200 milhões de dólares e foi a primeira unidade hoteleira de cinco (5) estrelas em Angola. Está situado ao Sul de Luanda, em Talatona, um dos distritos mais icónicos da expansão da capital, tendo excelentes acessos ao Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro e às demais redes viárias que levam ao centro da cidade.

Possui luxuosas vilas integradas num complexo que incorpora também o Centro de Convenções de Talatona. Com 201 quartos, dos quais, 180 quartos Deluxe, 21 suítes, entre estas, 17 Suítes Júnior, 3 Suítes de Luxo e 1 magnífica Suíte Presidencial, equipadas com a mais avançada tecnologia de climatização, segurança e comunicações. Todos os quartos dispõem das tecnologias mais avançadas de climatização, segurança e comunicação, telefone e Internet (2 ligações com 4Mbps cada), mesa de trabalho, TV Cabo com 48 canais, TV LCD, serviço de quartos 24h, limpeza e serviço de turndown diários, cofre e secador de cabelo.

As 20 luxuosas vilas com vista privilegiada para o jardim do complexo são perfeitas para todo o tipo de estadia, permitindo-lhe privacidade e conforto, fazendo-o vivenciar um maior aconchego e sentir-se como em casa.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia