Economia

Sociedade de Catoca factura 757 milhões de dólares em 2021

Flávia Massua | Saurimo

Jornalista

A Sociedade Mineira de Catoca (SMC) facturou em 2021, com a exploração de diamantes, mais de 755 milhões de dólares, que valem um lucro líquido de 270 milhões de dólares para as contas da empresa, de acordo com uma nota produzida na 69ª Assembleia de Sócios, realizada terça-feira na vila mineira.

01/07/2022  Última atualização 08H05
Catoca explora mais de 75 por cento dos diamantes angolanos. © Fotografia por: Edições Novembro

O aumento das receitas deve-se ao abnegado empenho dos colaboradores da empresa. Em 2020, a comercialização dos diamantes permitiu à Sociedade Mineira de Catoca arrecadar mais de 600 milhões de dólares.

O documento distribuído quarta-feira à imprensa, em Saurimo, ressalta que o facto dos lucros obtidos superarem as cifras alcançadas ao longo dos 27 anos de existência da empresa, a proeza justificou o voto de confiança dado a Benedito Paulo Manuel, que deve continuar na liderança da empresa nos próximos cinco anos.

Os sócios reconhecem as dificuldades que a equipa, maioritariamente composta por angolanos, superou, para gizar uma empreitada com metade da sua força de trabalho dispensada, em respeito às medidas de biossegurança, durante a vigência do Estado de Calamidade no país. "Mesmo com escassez de equipamentos essenciais para o seu  funcionamento normal, a empresa fez história”, salienta a nota.

O porta-voz da SMC, Mário Domingos, avançou que a plenária definiu uma taxa de câmbio, para manter o poder de compra dos trabalhadores, face à valorização da moeda nacional em detrimento do dólar. A ideia com a indexação do ordenado ao dólar é acautelar prejuízos nos salários mensais dos mais de cinco mil trabalhadores ao serviço de Catoca e vindos das diversas regiões do país.

Segundo o documento, Catoca tem contrato firmado com mais de 100 empresas de diferentes níveis, para manter a actividade da empresa e é uma das principais contribuintes no crescimento da economia nacional.

A Sociedade Mineira de Catoca Lda é uma empresa angolana de prospecção, exploração, recuperação e comercialização de diamantes, em que são associadas a Endiama (Angola), Alrosa (Rússia), e Lev Leviev International – LLI (China).

A empresa gere a quarta maior mina do mundo explorada a céu aberto e é a maior no subsector diamantífero em Angola, sendo responsável pela extracção de mais de 75 por cento dos diamantes angolanos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia