Política

Sítios emblemáticos de Luanda devem merecer mais valorização

Adelina Inácio

Jornalista

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, defendeu, quinta-feira (21), a valorização dos sítios emblemáticos da cidade de Luanda.

22/10/2021  Última atualização 08H25
Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, durante a visita à floresta da Ilha do Cabo © Fotografia por: João Gomes | Edições Novembro
Bornito de Sousa efectuou visitas à floresta da ilha (onde é feito o abate de casuarinas), uma exposição no Museu de História Natural, Fundação Arte e Cultura, entre outras instituições do distrito urbano da Ingombota, no âmbito da valorização de espaços de cultura e artes de Luanda.

Em declarações à imprensa, o Vice-Presidente reconheceu que Luanda tem um grande potencial para o turismo e que algumas das áreas visitadas, ontem, contribuem para esta valorização.

A floresta, disse Bornito de Sousa, tem uma componente ambiental que permite a oxigenação do ambiente, mas, ao deslocar-se à floresta da Ilha de Luanda, quis, também, saber em que medida estão a ser protegidas as várias aves, entre as quais as garças, que utilizam aquele espaço para a nidificação e para a pernoita.

Falou de alguns projectos na floresta que estão em negociação e através dos quais, acredita, não só se fará a valorização ligada ao turismo, como também "teremos entidades que ajudarão a preservar a floresta e a melhorá-la no seu conjunto, colocando alguns espaços à disposição dos munícipes da província de Luanda”.   

O Vice-Presidente da República visitou, também, a Rua dos Mercadores, recentemente requalificada e que valoriza as artes e culturas de Luanda e do país. "Aproveitamos a oportunidade para visitar algumas exposições de arte e cultura, com destaque para a Fundação de Arte e Cultura, o museu em que estão expostos vários artistas históricos ao longo da História de Angola”, disse. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política