Cultura

Simpósio debate o papel de Simão Gonçalves Toco

O contributo de Simão Gonçalves Toco para o país esteve em foco no II Simpósio sobre a História do Tocoísmo, realizado nos dias 28 e 29 do mês passado, no Instituto Superior Politécnico Tocoísta (ISPT), em Luanda.

02/05/2022  Última atualização 10H35
Professor catedrático Jean-Michel Mabeko-Tali © Fotografia por: DR

O simpósio contou com uma conferência inaugural do professor catedrático Jean-Michel Mabeko-Tali, que sugeriu a possibilidade de colocar uma figura histórica como Simão Toco na lista dos heróis nacionais.

O ISPT, adiantou, deveria criar conteúdos que subsidiam as contribuições de Simão Toco na luta de libertação, assim como estabelecer uma colaboração com o Ministério da Educação para discutir questões preliminares e conteúdos programáticos com maior rigor científico. Para isso, destacou, é preciso a realização de pesquisas de qualidade em vários espaços.

No final do encontro, os participantes recomendaram a valorização e reconhecimento de todos os nacionalistas que lutaram na luta de libertação nacional e a inserção, nos programas curriculares nacionais, de conteúdos sobre o Tocoísmo.

O Simpósio tratou vários temas relacionados com a História do Tocoísmo, en-quanto movimento religioso e na luta de libertação. Alguns temas ficaram em aberto para um eventual encontro nos dias 24 e 25 deste mês.

De recordar que Simão Gonçalves Toco foi condecorado pelo Presidente da República, João Lourenço, com a Ordem da Independência.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura