Sociedade

SIC detém cidadão acusado de lançar granada nos Cajueiros

André da Costa

Jornalista

O cidadão, acusado de lançar uma granada de fumo, no último domingo, no interior do Hospital Municipal dos Cajueiros, no Cazenga, foi já detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC).

15/10/2021  Última atualização 10H50
© Fotografia por: DR
O porta-voz do SIC geral, superintendente Manuel Halaiwa, explicou que o acusado, identificado por João Nkuku, engenheiro mecânico, de 39 anos, foi detido por volta das 16 horas, quarta-feira, na vila sede do município de Cacuaco, mediante mandado de detenção.

Manuel Halaiwa explicou que a explosão da granada provocou ferimento a quatro pacientes e danificou os vidros das janelas da área da triagem e do serviço de Raio X.

O porta-voz disse que o acusado confessou a autoria do acto, motivado por razões passionais. "Sentia-se inconformado com a separação, daí pretender matar a ex-mulher, uma funcionária do hospital”.

Em relação às granadas, o indivíduo confessou as ter comprado a amigos, supostos efectivos das Forças Armadas Angolanas, que o instruíram no manejo dos engenhos explosivos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade