Desporto

Selecção Nacional viaja amanhã para os Camarões

Juncelino Silva

Jornalista

Com o intuito de cumprir os quatro dias de quarentena institucional obrigatório e a realização de testes à Covid-19 exigidos pela FIBA-África, a Selecção Nacional sénior feminina de basquetebol deixa amanhã, às 13h00, Luanda em voo fretado com destino a Yaoundé, palco de disputa da 27ª sétima edição do Campeonato Africano das Nações, a decorrer de 17 a 27 do corrente nos Camarões.

13/09/2021  Última atualização 05H55
Equipa às ordens de Walter Costa vai cumprir em Yaoundé quatro dias de quarentena © Fotografia por: Alberto Pedro | Edições Novembro
Inserida no grupo B, onde constam a Nigéria e Moçambique, o seleccionador nacional, Walter Costa garantiu dispor de informações dos dois adversários teoricamente mais fortes. No seio do grupo reina o optimismo quanto à boa prestação do "cinco” nacional, de acordo com o técnico.
A "palavra de ordem” passa por vencer as duas partidas diante de Moçambique, adversário de estreia, no dia 19, e da Nigéria, dia 20.   

Em Yaoundé, a Selecção Nacional espera chegar ao pódio e, quiçá, conquistar pela terceira vez o anel continental. Para esta empreitada, o timoneiro angolano leva para os Camarões uma selecção forte e capaz de ombrear de igual para igual com as adversárias.

Na bagagem, o "cinco” nacional leva nove jogos de controlo, dos quais o último ocorreu no sábado diante das cadetes do 1º de Agosto a quem venceu por 106-45. Apesar de não ter uma preparação desejada, Walter Costa leva as jogadoras que lhe dão garantias de fazer uma boa prova.
Em declarações ao Jornal de Angola, o seleccionador reafirmou o desejo de chegar o mais longe possível na competição.

"Temos a consciência de que enfrentaremos muitas dificuldades na prova. Contudo, peço que acreditem em nós. Tudo faremos para disputar uma boa prova. Se nos deixarem ganhar, certamente, vamos fazê-lo. Não tivemos a melhor preparação. É bem verdade que gostaríamos de ter um estágio pré-competitivo no estrangeiro, mas isso não aconteceu. Portanto, não vamos chorar pelo leite derramado, mas sim lutar até ao fim nessa competição”, disse.

O seleccionador nacional revelou que o trabalho de Scouting foi feito e já conhece os sectores fortes de cada selecção adversária, mormente, Moçambique e Nigéria. A equipa técnica recorreu a alguns vídeos.
A vice-presidente da Federação Angolana de Basquetebol, Nacissela Maurício, assegurou que se cumpriu com todos os pressupostos inerentes à participação angolana.

A Selecção Nacional fez toda a preparação em solo pátrio, onde realizou nove jogos de controlo com cadetes do Petro de Luanda, Ferroviário de Angola, 1º de Agosto e Misto de Luanda. Na parte final, o grupo concentrou-se em regime de bolha no Complexo Desportivo Dream Space.
O número de jogos de controlo tornaram o conjunto nacional mais competitivo, situação que deixa satisfeito o técnico.

Na última triagem, Walter Costa afastou do grupo as atletas Márcia de Carvalho, Edvânia Pascoal e Eduarda Gabriel. Seguem viagem para Yaoundé as jogadoras Italee Lucas, Fineza Eusébio, Rosemira Daniel, Rosa Gala, Ana Gonçalves, Clarice Mpaka, Whitney Miguel, Nadir Manuel, Angelina Golome, Cristina Matiquite, Avelina Peso e Denise Pascoal.
No grupo 'A', constam Camarões, Cabo Verde e Quénia. No 'C', estão Senegal, Egipto e República da Guiné. No 'D', perfilam Mali, Costa de Marfim e Tunísia.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto