Desporto

Selecção Nacional quer surpreender Paraguai

António Cristóvão

Jornalista

A Selecção Nacional de Honras de futsal defronta , hoje, às 18h00, a similar do Paraguai, no Arena Svyturys, na cidade de Klaipeda, em desafio pontuável para a segunda e penúltima jornada do Grupo E do Mundial, que decorre desde 12 deste mês na Lituânia e encerra no próximo dia 3 de Outubro.

17/09/2021  Última atualização 07H45
Pupilos de Rui Sampaio prometem dar o máximo para vergarem o combinado sul-americano © Fotografia por: DR
Apesar da derrota na ronda inaugural, o "cinco” nacional, hoje, promete entrar com uma postura totalmente diferente, com o intuito de somar a primeira vitória na competição para manter o foco de chegar à outra fase. Mas, o técnico Rui Sampaio tem de apostar num grupo criativo, concentrado, eficaz na finalização e bem na organização defensiva, para superar o adversário.  

Aliás, a Selecção Nacional precisa de um triunfo, se pretende alcançar a outra fase da prova, porque em caso de derrota falha o objectivo traçado pela equipa técnica e a Federação.O Paraguai, que também perdeu na ronda inaugural frente à Espanha, por 0-4, almeja igualmente um triunfo para manter intacta a ambição de atingir os oitavos-de-final.

Para a mesma ronda e série, a Espanha enfrenta o Japão, também hoje, às 16h00, em Klaipeda, para a decisão da liderança do grupo. Espanhóis e japoneses partilham a primeira posição do grupo, com três pontos.O vencedor do grupo garante o apuramento para os oitavos-de-final. Na quarta-feira, os egípcios, vice-campeões africanos, deram importante passo  em direcção ao apuramento para os oitavos-de-final, ao vencer a Guatemala, por 6-3, no Arena Avia Solutions Group, na cidade de Vilnius, em jogo pontuável para a segunda jornada do Grupo B.

Com esta vitória, o Egipto encostou-se à Guatemala na segunda posição da  série, ambos com três pontos, atrás da Rússia, já qualificada para os oitavos-de-final, com seis.

O Uzbequistão encontra-se na "cauda” do Grupo B, sem pontuar, após derrota na quarta-feira, por 2-4, frente à Rússia, em Vilnius. Para a terceira e última jornada, o Egipto decide, hoje, às 16h00, a qualificação para a outra fase, diante do Uzbequistão, no Arena Avia Solutions Group.

Os Faraós têm de pontuar para chegar à outra fase, e aguardar  por uma derrota da Guatemala frente aos russos.Noutro embate, a Guatemala, que procura a qualificação para a segunda fase, defronta a Rússia, às 16h00, no Arena Zalgiris, em Kaunas.Para a segunda jornada do Grupo F, o Irão, segundo classificado, com três pontos, mede forças, hoje, às 16h00, com os EUA (4º/00), no Arena Avia Solutions Group.Para a conclusão da ronda, no mesmo recinto,  às 18h00, a Argentina (1º/03) enfrenta a Sérvia (3º/00).
  Rui Sampaio acredita no triunfo 
O técnico Rui Sampaio admitiu, ontem, à imprensa na cidade de Klaipeda, uma vitória da Selecção Nacional , esta noite, sobre a similar do Paraguai, no Arena Svyturys. "Ainda não desistimos do nosso foco. Acredito que podemos ganhar ao Paraguai. O grupo está motivado, independentemente de ter falhado na primeira jornada contra o Japão”, disse confiante na antevisão ao desafio.Para o seleccionador nacional, o resultado contra os nipónicos faz parte do passado e para este jogo foram corrigidos todos os aspectos essenciais.

"Estamos a controlar a ansiedade dos jogadores em quererem obter um bom resultado, durante as sessões de treinos. Acredito que o grupo vai reagir bem”, conta Rui Sampaio, já mais descontraído, depois de sair irritadíssimo na ronda inaugural do Mundial, após derrota contra o Japão (4-8), no Arena Svyturys.
Questionado sobre o opositor, o treinador da Selecção Nacional reconhece a qualidade do adversário, mas reparte o favoritismo. "O Paraguai é tão forte quanto o Japão. Mas, se estivermos concentrados na defesa e eficazes na finalização, poderemos fazer um bom resultado. Estamos preparados para contrariar qualquer sistema que utilizem. O Paraguai não vai fugir muito do sistema que o Japão utilizou contra Angola”, disse o seleccionador optimista, para acrescentar que "não vamos atirar a toalha ao tapete”, antes da partida contra o concorrente que persegue também a qualificação para os oitavos-de-final.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto