Economia

Seguradora anuncia 5,6 mil milhões em receitas

A Fortaleza Seguros fechou o ano de 2020 com a receita de 5,6 mil milhões de kwanzas e 119 mil apólices emitidas e activas, um número considerado positivo na conjuntura marcada pelos transtornos causados pela Covid-19 na economia mundial.

12/06/2021  Última atualização 08H00
Presidente executivo da Fortaleza Seguros, Paulo Bracons © Fotografia por: DR
Numa nota enviada ontem, à nossa Redacção, a seguradora declara que, em 2020, a taxa de solvência e de rentabilidade técnica situaram-se em 150 e 37 por cento, respectivamente, sendo que a taxa de sinistralidade foi 19 por cento. 

Naquele período, a companhia contabilizou 110 mil clientes activos, cuja taxa de cobrança de prémios atingia os 88 por cento, ao mesmo tempo que comercializou 158 mil apólices e lançou seguros inovadores como o Viagem com Cobertura Covid-19 e o Cuida, que contribuíram para alavancar os resultados obtidos. 

A meta estratégica de crescer de forma sustentável até 2025, quando se propõe atingir o "top 5” do sector, contando com o desempenho de uma equipa interna de 62 colaboradores, com o novo canal de comercialização de produtos Agentes e Correctores, uma novidade introduzida já no exercício de 2021, além dos resultados da implementação do Plano Estratégico de Sistemas de Informação, lançado em Maio deste ano. 

A Fortaleza Seguros aposta, ainda, na inovação e pretende continuar com a materialização do plano estratégico traçado para o período 2020-2022, designado "F22”, projectado para a expansão da companhia e para o aperfeiçoamento do modelo de atendimento. 

Criada no dia 10 de Junho de 2016, a seguradora, que completa cinco anos de existência, ocupa a décima posição no "top 10” das companhias angolanas de seguros, com uma quota de mercado de 2,5 por cento. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia