Regiões

Sectores da Saúde e Educação têm novos serviços no Moxico

O sector da Saúde no Luena está mais reforçado, ao beneficiar, ontem, de um novo centro médico, com capacidade para 50 camas, erguido no bairro Vila Luso, num financiamento do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

13/11/2022  Última atualização 06H35
Governador Ernesto Muangala inaugurou vários empreedimentos que estão a mudar a imagem das comunidades do Moxico © Fotografia por: DR
Inaugurado pelo governador provincial do Moxico, Ernesto Muangala, a unidade clínica dispõe de consultórios médicos e cinco salas de internamento, serviços de parto, pediátricos, ginecologia e obstetrícia, análises clínicas, hemoterapia, farmácia, lavandaria, morgue, entre outros.

Orçado em cerca de 400 milhões de kwanzas, o novo centro médico faz parte de um conjunto de acções para a concretização do programa de expansão da rede sanitária da cidade do Luena e contribuir para a redução do fluxo de utentes no Hospital Geral do Moxico e outras unidades de referência.

O governador Ernesto Muangala considerou que o centro médico vai, ainda, contribuir para desafogar a Maternidade Provincial e melhorar as condições de trabalho dos profissionais e a qualidade do atendimento aos pacientes.

Destacou a importância do equipamento e reiterou o compromisso do Governo em continuar a trabalhar para a melhoria dos serviços de saúde, tendo deixado um apelo aos municípios para a preservação do bem público colocado à disposição.

O governador considerou que o centro médico, inaugurado no quadro das festividades dos 47 anos da Independência Nacional, é um ganho muito importante para a população do bairro Vila Luso, que deixa, agora, de fazer grandes caminhadas para ter acesso à assistência sanitária.

O centro médico é, igualmente, uma homenagem ao ex-enfermeiro e antigo comandante Teixeira Bravo. 

  Cameia ganha novas escolas

No município da Cameia, que fica a 102 quilómetros da cidade do Luena, o sector da Educação foi reforçado, nesta sexta-feira, com duas escolas do ensino primário, com capacidade para sete salas de aula cada.

Os empreendimentos, inaugurados por Ernesto Muangala, e construídos no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), estão orçados em 426 milhões de kwanzas, vão acolher cada 600 alunos em dois turnos.

O governador provincial avançou que, nos próximos cinco anos, o foco da governação vai estar virado à melhoria dos serviços socioeconómicos, com destaque para a formação de quadros e a construção de novas infra-estruturas nos sectores da Educação e Saúde.

Ernesto Muangala anunciou, ainda, a construção de um centro universitário,  sistema de energia fotovoltaica, melhoria e expansão da rede de abastecimento de água e luz eléctrica e o incentivo à prática da agricultura familiar fazem parte das prioridades do seu mandato.

O responsável falou da necessidade de apostar numa governação participativa, em que a população possa ter maior opinião nas decisões do Governo, com vista a se alcançar com eficácia a resolução dos problemas que afligem as comunidades.

Durante a estada na Cameia, o governador procedeu a entrega de vários produtos alimentares e sementes agrícolas aos antigos combatentes, após ao acto de massas para assinalar os 47 anos de Independência Nacional, que decorreu sob o lema "Os angolanos de mãos dadas para o futuro”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões