Mundo

São Tomé e Príncipe: Empossados membros da Comissão Eleitoral

O presidente do Parlamento são-tomense, Delfim Neves, empossou, sábado, os membros da nova Comissão Eleitoral Nacional (CEN) e pediu que não se façam “arranjinhos” na realização das eleições legislativas, autárquicas e regionais do Príncipe, marcadas para 25 de Setembro.

28/06/2022  Última atualização 09H15
© Fotografia por: Dr

"Contrariamente ao que se tem vindo a propalar nas redes sociais e em alguns sectores políticos nacionais, hoje é a data que a lei confere para empossar a Comissão Eleitoral”, começou por precisar o presidente da Assembleia Nacional, citado pela Lusa.

Delfim Neves destacou que São Tomé e Príncipe tem sido reconhecido ao nível internacional como um país na sua sub-região "que tem cumprido a regra democrática” por "realizar eleições dentro do prazo estabelecido por lei e sobretudo pela Constituição”. No entanto, segundo o presidente do Parlamento, que foi o terceiro candidato nas eleições presidenciais do ano passado, "tem havido questões que não abonam para o bem e pela transparência do acto eleitoral”.

"Todos temos consciência que os resultados das nossas eleições não têm sido os mais transparentes. Que sejam retiradas as ilações do passado para construir da melhor maneira o presente e o futuro mais saudável para a nossa democracia, que precisa ser consolidada”, afirmou Delfim Neves.

"Neste capítulo também temos que reconhecer que as Comissões Eleitorais anteriores, contrariamente às leis, faziam alguns arranjos e a Comissão Eleitoral não tem competências de fazer arranjinhos”, acrescentou, sublinhando que a Comissão Eleitoral Nacional deve "cumprir rigorosamente aquilo que está na lei, sem pressão, sem jogos sujos”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo