Economia

Saldo da balança comercial favorável à África do Sul

Joaquim Suami | Cabinda

Jornalista

Quarenta milhões de dólares é o valor que Angola obteve, no primeiro trimestre deste ano, com a exportação de petróleo bruto para África do Sul, contra os 120 milhões de dólares resultantes da importação de equipamentos e bens alimentares daquele país.

31/05/2021  Última atualização 10H00
Empresa Trooper quer apostar no sector da Agricultura © Fotografia por: Edições Novembro
Estes dados foram apresentados recentemente, em Cabinda, pelo adido comercial da Embaixada de Angola na África do Sul, Videira Pedro, numa conferência de impren-sa realizada à margem do 1º Fórum Empresarial Angola-África do Sul, que visou para o estreitamento de oportunidades de negócios entre os empresários de Cabinda e da companhia Trooper, que tenciona investir na região, nas áreas da agricultura, indústria e energia solar.

O adido comercial frisou que o saldo da balança comercial entre os dois países foi negativo para Angola,  pelo facto de ter importado mais do que exportou produtos produzidos no território nacional.
Indicou que a recuperação do saldo da balança comercial entre os dois países, em que as exportações devem superar as importações, passa pela erradicação da pandemia da Covid-19, que está a refrear o crescimento de economias de vários países do mundo.

O empresário Alberto Macaia, que actua no ramo agro-industrial, disse que o Fórum Empresarial Angola e África do Sul permitiu às empresas locais formar parcerias com congéneres sul-africanas, enquanto Daniel Capita, da empresa Damaca, de pesca e avicultura, destacou a aquisição de conhecimento.

Na quinta-feira, a empresa sul-africana Trooper anunciou ter decidido empregar 100 milhões de dólares em investimentos nos domínios da agricultura, indústria, energia solar, infra-estruturas e construção de estradas e pontes, em Cabinda.   

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia